Visite o Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos

Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marco
Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos


Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos, o primeiro parque arqueológico urbano do Brasil



Mais uma ação realizada com sucesso!! Dessa vez fomos conhecer o Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos, em Rio Claro (RJ). Confesso que nunca tinha ouvido falar, mas foi uma grata surpresa. Inaugurado em 2011, o parque guarda muitas histórias que precisam ser contadas.

São João Marcos é o primeiro sítio arqueológico urbano do Brasil integralmente resgatado por arqueólogos. Os visitantes podem observar estruturas do passado sem prejuízo para as ruínas, cuidadas por meio de manutenção preventiva. O espaço é mantido como projeto educativo e cultural da Light, com patrocínio da empresa, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, Lei Estadual de Incentivo à Cultura, e da Agência Nacional de Energia Elétrica - Aneel. O parque já recebeu 80 mil visitantes desde a sua inauguração.




Ruínas do Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos

E não é apenas a arqueologia que se destaca. Estar num ambiente preservado de Mata Atlântica renova as energias de qualquer visitante. Depois de passar um dia no local, só posso dizer que recomendo a visita.



Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marco é cercado de muito verde
Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos é cercado de muito verde


A história do Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos


A história de São João Marcos começa em 1739 com a construção de uma capela dedicada ao santo pelo fazendeiro João Machado Pereira, numa região propícia ao cultivo do café e que se destacou no durante o Ciclo do Café. 


São João Marcos chegou a ser foi tombada, em 1939, pelo órgão de proteção do patrimônio histórico e artístico da época. Mas o tombamento foi retirado por decreto do então presidente Getúlio Vargas no ano seguinte. A cidade foi então desocupada e demolida devido à previsão de alagamento do seu perímetro urbano. A inundação, decorrente do aumento da capacidade de armazenamento do reservatório de Ribeirão das Lajes, foi necessária para a construção da Usina de Fontes Nova, até hoje em funcionamento. A área desocupada, onde outrora existiu São João Marcos, foi arrendada a pecuaristas da região e os vestígios da cidade ficaram adormecidos por décadas. Em 1990, a Ponte Bela e as ruínas do centro histórico de São João Marcos foram tombadas pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) e, em 2008, toda essa história começou a ser redescoberta e valorizada com a construção do Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos.




Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marco e suas ruínas, um destaque para as belíssimas fotografias
Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos e suas ruínas, um destaque para as belíssimas fotografias


Projeto do Parque Arqueológico e Ambiental


O projeto do Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos nasce em 2008, com o objetivo de recuperar a memória do local e preservar a natureza. Ar
queólogos, museólogos, pesquisadores, produtores culturais, expositores, arquitetos, engenheiros e outros profissionais idealizaram um espaço de visitação, mantendo vestígios arqueológicos em área preservada da Mata Atlântica. Uma estrutura que inclui Centro de Memória, guias turísticos, anfiteatro, salas multimídia e de exposições e um campo de futebol em homenagem aos craques do Marcossense Futebol Clube, time local. 

Há ainda o Espaço Obra Escola, onde, por meio de painéis ilustrativos em formato de histórias em quadrinhos, as crianças são apresentadas ao mundo da arqueologia de maneira lúdica, horta orgânica, na qual alunos cultivam e colhem alimentos livres de agrotóxicos, loja de souvenir, viveiro, estacionamento e banheiro com acessibilidade. O Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos também promove atividades e ações de educação, recebendo alunos da rede pública do estado do Rio de Janeiro.



Aproveitando a fotografia do Parque para posar para as fotos
Aproveitando a fotografia do Parque para posar para as fotos


Arqueologia à vista de todos

Os trabalhos de resgate e preservação arqueológica do parque têm o objetivo de tornar visível a estrutura básica da cidade, tanto as vias de circulação quanto os perímetros (baldrames) de suas edificações, e expor as estruturas da antiga Estrada Imperial nos trechos mais próximos à cidade. Assim, os visitantes podem percorrer circuitos delimitados sem prejuízo às ruínas. 

Meio ambiente

O Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos não tem a palavra "ambiental" à toa. Está inserido em uma área de 930 mil m² (93 hectares de território) de Mata Atlântica e espelho d’água da Represa de Ribeirão das Lajes. 
A relevância da proteção do reservatório vai além do seu tamanho e do valor ambiental intrínseco. Está também no fato de ser limítrofe ao Parque Estadual Cunhambebe, permitir a ligação entre o Parque da Bocaina, ao Sul, e o Parque do Tinguá, ao Norte, formando um corredor florestal praticamente contínuo de Mata Atlântica, entre o Norte e o Sul do estado. Preservação que reflete na fauna local.  Há 57 espécies de pássaros, 30 de anfíbios, 20 de répteis e 28 espécies de mamíferos registradas na região. 




Posando para as lentes de Walacce do blog Deixa eu viajar
Posando para as lentes de Walacce do blog Deixa eu viajar


No dia da minha visita, havia uma comemoração especial pelo Dia do Índio, e assisti a uma apresentação de dança de índios Guarani, da Aldeia Sapucaia, que fica no distrito de Bracuí, em Angra dos Reis. O Cacique Domingues deu uma palestra falando sobre os desafios de conciliar as tradições com a modernidade. Meu agradecimento ao arqueólogo Eduardo Bacellar, que acompanhou a visita às ruínas, contribuindo com seu conhecimento

E essa índia, que coisa mais linda
E essa índia, que coisa mais linda
.

Evento em homenagem ao Dia do Índio
Evento em homenagem ao Dia do Índio




Interessou? Veja como chegar e acompanhe a programação do parque aqui.

Entrada do Parque
Entrada do Parque



COMO CHEGAR

Saindo do Rio de Janeiro, existem duas maneiras de chegar ao Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos:

PELA SERRA
Siga a Via Dutra (BR-116) em direção a São Paulo.
Pegue a saída 237 e, em seguida, vire à esquerda em direção a cidade de Rio Claro.
Ao passar pela entrada da cidade de Rio Claro, vire à esquerda, entre na estrada RJ-149.
Descendo a estrada em sentido a Mangaratiba, a entrada do Parque fica à esquerda da pista, aproximadamente 20km de Rio Claro.

PELO LITORAL
Siga a Avenida Brasil em direção a Santa Cruz.
Entre na rodovia Rio-Santos (BR-101) em direção a Angra dos Reis.
No trevo de Mangaratiba, vire à direita para pegar a Serra do Piloto (RJ-149).
Alguns trechos estão protegidos pelo Patrimônio Histórico Nacional e por isso mantém o calçamento original de pedras e terra.
Subindo a estrada em sentido a cidade de Rio Claro, a entrada do Parque fica à direita da pista, aproximadamente 20km de Mangaratiba.

Endereço: Estrada RJ-149 (Rio Claro-Mangaratiba) Km 20 - Rio Claro/RJ


DIAS E HORÁRIOS DA VISITA

De quarta a sexta-feira, das 10h às 16h - sábados e domingos, das 9h às 17h, inclusive feriados.
Entrada franca.
Podem ser realizadas visitas individuais ou em grupos.
Temos visitas guidadas gratuitas para grupos de 10 pessoas ou mais, mas precisam ser agendadas previamente pelo e-mail: [email protected]
O Quiosque São João Marcos, que funciona dentro do Parque, está sempre aberto durante o horário de visitação para venda de quitutes e bebidas.
Já as refeições precisam ser agendadas com antecedência através do e-mail: [email protected]

ATENÇÃO: pagamento somente em dinheiro, pois não são aceitos cartão de débito/crédito.

Outra informação importante, o celular não pega já a partir de um ponto na estrada que leva ao parque, portanto, relaxe e aproveite.

Agradeço à Christina Lima, da Comunicação do Instituto Cultural Cidade Viva (ICCV), por todo o apoio e pelo belo trabalho que realiza.

Agradecimentos especiais: Kelly e Wallace do blog Deixa eu Viajar que fizeram todos os acertos para que essa ação fosse realizada.


Este blog é associado à RBBV (Rede Brasileira de Blogueiros de Viagens). 
A célula RBBV RJ está promovendo com os seus membros ações que valorizem o Rio de Janeiro através de boas notícias, mostrando sua beleza, seus atrativos, sua diversidade. 
Criamos a hashtag #RIOunico para divulgar nosso trabalho. 
Vamos dar um basta nas notícias negativas e espalhar boas energias. 

Blogs que participaram desta ação:

Chicas Lokas
Viajando com Daniela Cascardo
Deixa eu Viajar
Viagens Bacanas
Turista Full Time
Embarcando na Aventura




Denise, Kelly, Eu, Regina, Dani e Ana, Blogueiras unidas jamais serão vencidas
Denise, Kelly, Eu, Regina, Dani e Ana, Blogueiras unidas jamais serão vencidas


➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤
O blog é afiliado de alguns serviços que poderão ajudar na sua próxima viagem ✈.
Você não pagará nada a mais por isso e nós seremos comissionados pela indicação.
São eles:
🏩 Procure sua hospedagem através do Booking. Um serviço que compara preços de hotéis em qualquer lugar do mundo.
🚗 Reserve seu carro com a Rentcars. Um serviço que compara preços entre as principais locadoras do Brasil e do mundo.
🔐 Faça seu seguro com a Segurospromo. Um serviço que compara os preços entre as melhores seguradoras.
📱 E já saia do Brasil levando o seu chip com a Eeasysim4u. Oferece plano de dados em 140 países, com conexão de Internet ilimitada. Receba o chip na sua casa e já chegue ao destino conectado.
💰 Compre sua moeda estrangeira na DG Câmbio usando o cupom GARIMPANDO.
➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤









PARQUE SÃO JOÃO MARCOS. Ainda impactada pela ação que fizemos no último sábado. O parque é um museu a céu aberto e fica no Vale do Café. A grande atração local são as ruínas da antiga cidade de São João Marcos. http://www.saojoaomarcos.com.br Uma ação entre blogueiros da @rbbviagem do Rio de Janeiro. @blogdeixaeuviajar @oliviagarimpandoporai @viagensbacanas @turista_fulltime @viajandocomdaniela @danifsb @chicaslokas_viagens @embarcandonaaventura @parquesaojoaomarco #saojoaomarcos . . 📷 @viagensbacanas e @chicaslokas_viagens #oliviagarimpandoporai #blog #trip #ferias #sourbbv #RiodeJaneiro #rj #brasil #errejota #travel #blogdeviagem #dicas #dicasdeviagem #travelblogger #riounico #photography #amoviajar #viajogrammer #viagem #turismo #viagensincriveis #instatravel #viagemeturismo #amoviajar #viagensimperdiveis #wanderlust #turistando #viagenseturismo #tour #destinosimperdiveis
Uma publicação compartilhada por Blog com dicas de viagem (@oliviagarimpandoporai) em

9 comentários

  1. Eu adoro parques arqueológicos e esse parece ser muito interessante. Adorei a dica e fiquei curiosa para conhecer =)

    ResponderExcluir
  2. Que legal explorar o Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos em Rio Claro, eu não conhecia e fiquei com muita vontade de visitar pessoalmente. Ótimas dicas :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, é realmente um lugar muito interessante e cheio de curiosidades

      Excluir
  3. Não fazia muita ideia que existiam esses parques arqueológicos no Brasil, e esse de São João Marcos me pareceu bem interessante, fiquei com muita vontade de conhecer!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não conhecia e fiquei feliz em contribuir com essa divulgação tão importante.
      beijos

      Excluir
  4. Adorei essa ação das blogueiras do Rio de Janeiro. Que parque fantástico, ótima divulgação! Parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada.
      Estamos fazendo muitas ações aqui no Rio, está sendo muito legal essa união de forças.
      beijos

      Excluir
  5. que demais esse lugar, nunca tinha ouvido falar! ha poucos lugares com ruinas assim no Brasil, algo semelhante mas ao mesmo tempo muito diferente q visitei foi sao miguel la no RS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, acho que por isso que me interessei tanto por conhecer e poder divulgar.
      beijos

      Excluir