Um roteiro por Pomerode, a cidade mais alemã do Brasil

Pomerode, a cidade mais alemã do Brasil
 Pomerode, a cidade mais alemã do Brasil


Pomerode, em Santa Catarina, é considerada a cidade mais alemã do BrasilE não se esqueça que o correto é com o Ô fechado, PomerÔde. Aprenda para nunca mais errar o nome desse destino tão cheio de boas surpresas. Pomerode é considerada uma cidade de gente hospitaleira e eu pude comprovar isso na breve passagem pela cidade. Já foi, inclusive, considerada a cidade mais igualitária do Brasil. Com cerca de 35 mil habitantes, a principal atividade econômica é a
industrial, mas o turismo vem se tornando cada vez mais forte e os pomerodenses estão muito orgulhosos dessa conquista realizada com muito trabalho e com a manutenção das suas raízes históricas.


Pomerode - sua história, seus sabores, suas festas - todas as dicas


A história de Pomerode

Pomerode é a junção do radical pommern e do verbo rodern, verbo alemão que significa tirar tocos e tornar à terra apta para o cultivo, e foi exatamente isso que fizeram os imigrantes que aqui chegaram entre 1861 e 1863, trabalharam MUITO na terra e construíram com as suas próprias mãos a sua história. Pomerode já foi colônia de Blumenau, mas se emancipou em 1959. 

Os primeiros imigrantes vieram da Pomerânia, região entre a Alemanha e a Polônia, eles vieram em busca de terra, de trabalho e em busca de melhores condições de vida. Ao longo do Rio Testo se estabeleceram. Passando pela agricultura, pequenas empresas familiares de laticínios, frios, móveis, até chegar a indústria, como a de porcelana, muito forte na região. Hoje também se destaca a indústria têxtil.

Festival Gastronômico de Pomerode, em Santa Catarina
Festival Gastronômico de Pomerode, em Santa Catarina

A primeira pergunta que todo mundo quer saber quando decide conhecer um novo destino é: qual a melhor época para visitá-lo? Verão, inverno, chove muito? Em Pomerode o parâmetro é o calendário de festividades. Pomerode pode ser visitado durante todo o ano, mas a sua festa preferida é que irá definir a melhor época para a sua viagem.


Pomerode e o calendário de festividades da cidade


Janeiro 

Festa Pomerana

Geralmente no começo do ano e mantém as tradições e a cultura pomerana.
Comidas típicas, desfiles e competições, diversão para a família toda.


Fevereiro

Stammtisch

Que significa "encontro entre amigos", é uma celebração à amizade.


De fevereiro a abril

Osterfest

A maior festa de Páscoa do Brasil e uma das maiores do mundo.
O ovo de Páscoa decorado com 15 metros de altura já entrou em 2019 para o Livro dos Recordes.
Música, comidas típicas, desfiles e atrações.
E também a maior árvore de Páscoa decorada do mundo, a Osterbaum (árvore de Páscoa em alemão).


Julho

Festival Gastronômico de Pomerode ( e foi esse que fomos conferir, volto a falar dele no final dessa lista)


Agosto

Pommerlamm Fest - Festa do Borrego

Acontece no Parque de Eventos de Pomerode e organizada pelos Criadores do Testo.
Exposições de gado, ovelhas, cavalos, tratores, apresentações folclóricas, shows e gastronomia.


Novembro e Dezembro

Weinhnachtsfest (Festa de Natal)

Começa em novembro e vai até dezembro.
Decoração de Natal, apresentações e uma programação lúdica e familiar.
Tradições natalinas de origem germânica, gastronomia típica e artesanato.


Festiva Gastronômico de Pomerode na companhia da Daniela do Viajando com Daniela e Regina do Turista Full Time
Festiva Gastronômico de Pomerode na companhia da
Daniela do Viajando com Daniela e Regina do Turista Full Time

Festival Gastronômico de Pomerode 

Nós não poderíamos ter chegado à cidade num momento melhor. A semana do Festival Gastronômico nos propiciou uma experiência única e inesquecível, porque nos deu a oportunidade de conhecer um dos tesouros de Pomerode, a sua herança da culinária alemã.

Essa foi a 16ª edição. Por conta da pandemia a cidade ficou sem o festival por dois anos, caso eles tivessem ocorrido, o festival estaria na sua 18ª edição.

Não foram usados pratos de papelão ou de isopor e o pouco uso do plástico foi uma preocupação durante o festival, não somente com o meio ambiente, mas também com o conforto e elegância do Festival. Convenhamos, vinho em taças é bem mais elegante. Todo o ambiente foi lindamente decorado.
 
Todos os anos o Festival tem uma temática diferente. Em 2022 foi uma homenagem à Rota do Enxaimel (falarei mais dela em outro momento). Essa rota, que inspirou o festival, já recebeu um selo internacional da ONU como uma das melhores vilas turísticas do mundo, por gerar um turismo sustentável, preservando sua história e o meio ambiente.

Foram selecionadas 12 famílias da Rota Enxaimel, os restaurantes conheceram cada um dessas famílias e a partir de uma receita de família um prato foi criado. 

Esses foram os 12 pratos criados a partir das receitas de família e que tivemos o prazer de degustar  e conhecer um pouco do espírito dos cidadãos de Pomerode. 

1. Funiculì Funiculà - Trouxinha Alemã

Inspirado no prato tradicional da Família Kuglin, do Recanto Kuglin. Uma trouxinha de massa de panqueca, recheada com o tradicional recheio de marreco, prato típico da culinária alemã, combinado com carne bovina e linguiça toscana. A base do prato é um creme de beterraba.


2. Biergarten Pomerânia - Costelinha Família Siewert

A família Siewert chegou em 1868 em Pomerode e o chef Zaga faz uma homenagem à carne de porco presente no dia a dia da família. O melado produzido em tachos de cobre há quatro gerações, também está presente no preparo. Costelinha de porco assada lentamente com molho defumado de maça e melado, com porções de batatas rústicas crocantes.


3. Mon Cheri Bistrô - Betrukener Falscher Hase

Mini bolo de carne recheado, molho de vinho tinto e legumes. A partir da receita da família Rahn e com um toque romeno. Um prato que surgiu na Alemanha, numa época em que muitas famílias não podiam comprar a carne de coelho e optavam por usar outra tipo de carne picada para substituir.


4. Currywurst - Schlachtteller

Pão de milho com cará feito na folha de bananeira. Morcilha branca e vermelha. Queijinho coalho grelhado, acompanha melado de cana. Torresminho crocante e banana caramelizada com toucinho. Guarnecido com flores comestíveis e brotos de mostarda. Uma homenagem à Casa Raduenz, onde a Sra. Iracema conta suas histórias de vida, quando vivia com sua família na casa que hoje está aberta a visitações.


5. Pop up Burguer - Filet Mignon Suíno com Molho Roti e Tomates Frescos

Com leve toque de nata e páprica doce, purê de batatas, arroz colorido e brócolis. A Casa Wachholz é uma das mais antigas de Pomerode, construída em 1867. Hoje é uma pousada, mas permanece na família. O prato foi inspirado nos tradicionais assados que a família preparava. 

Restaurante Bierwein com o prato Vaca Atolada no Enxaimel - Festival Gastronômico de Pomerode
Restaurante Bierwein com o prato Vaca Atolada no Enxaimel - Festival Gastronômico de Pomerode

6. Bierwein - Vaca Atolada no Enxaimel

Combinação de costela bovina com mandioca, cozidos lentamente, crispy de mandioca, servida em uma casinha feita com pão, uma homenagem às casas em Enxaimel. O prato é preparado em dias especiais na família Peter Riemer.


7. Bistrô D'CCilia - Filé de Tilápia

Tilápia empanada com crosta crocante, acompanha leve e aromático purê de palmito, tomates confitados e batatinhas salteadas na manteiga. A família de Maikon Utech vive rodeada de lagoas e se dedica a uma grande produção de tilápias em meio à Rota Enxaimel.


8. Wox Food - Escalopes de Filet Mignon com Fondue de Queijo

Escalopes de filet mignon bovino, leves nhoques de taiá, ao molho do verdadeiro fondue de queijo. Molho preparado no vinho branco, alho, krauterkase, parmesão, emmethal e mussarela. Taiá, aipim e cará são ingredientes que não faltam nas mesas fartas das famílias. As flores comestíveis e um leve toque de manjericão homenageiam o jardim da família de Leonardo e Adécio Wachholz.


9. Torten Paradies - Eisbein à Pururuca

Knusprige Schweinshaxe mit kartoffelknodel. Bockwurst und Sauerkraut. Clássico da cozinha alemã, saboreado pela família de Fredolf e Rosita Raduenz aos domingos e feriados. Acompanhado de chucrute com especiarias, nhoque de batata, salsicha bock, delicioso molho, raiz forte e mostarda.


10. Baracchetta - Cordeiro da Família Sabin

French rack de cordeiro marinado em ervas de provence e vinho branco, maionese de batatas e ervas finas, picles artesanais e farofa de banana com bacon. O diferencial do sítio Sabin é a preservação de sua rica história, pertencendo à família desde 1868. 


11. Schornstein Kneipe - Língua Bovina Recheada, Assada no Forno, com Delicioso Recheio e um Molho Muito Saboroso, Spatzle de Espinafre

A língua recheada é um prato de tradição e memórias especiais na família da Sra. Elia Maske. Uma homenagem da tradicional Cervejaria Schornstein e a Sra Elia e família.


12. Bayern Grill - Miolo da Alcatra Grelhado, Maionese de Batata Doce, Farofa de Bacon e Banana, Legumes Assados e Tomate Cereja Confitado. Acompanha Molho de Mostarda Preta com Mel

O prato é uma versão saborosa de um almoço na família das irmãs Valéria e Dalila. Dalila, criadora de gado e ganhadora de muitos prêmios. O prato traz a maionese de batata-doce que Dalila trouxe ao chef como inspiração.


Além desses pratos criados com a "inspiração" nos pratos das famílias, cada restaurante do festival contava com outras opções nos seus cardápios, totalizando mais de 80 pratos.


Fomos ao Festival nas nossas três noites em Pomerode e conhecemos pessoalmente dois restaurantes, Rota das Trutas, na Rota do Enxaimel, no primeiro dia, e o Wunderwald, na Rota dos Imigrantes, no segundo dia.

Degustando um vinho na Rota da Truta em Pomerode
Degustando um vinho no restaurante Rota da Truta em Pomerode


1. Rota da Truta - @rotadatrutaoficial

Na Rota do Enxaimel conhecemos o Rota da Truta, localizado numa casa construída em 1927 e onde hoje funciona o restaurante. Tivemos o prazer de degustar um delicioso rodízio de trutas.

Degustando um rodízio de trutas na Rota da Truta em Pomerode
Degustando um rodízio de trutas no restaurante Rota da Truta, em Pomerode

Confesso que não sei dizer qual gostei mais, porque era uma variedade de trutas, que eu pessoalmente já amo, com castanhas, com alcaparras, com alecrim, com alho e óleo.


Na Rota dos Imigrantes, no Restaurante Wunderwald da querida Darli
Na Rota dos Imigrantes, no típico Restaurante Wunderwald, da querida Darli

2.  Restaurante Wunderwald - @restaurante wunderwald

Na Rota dos Imigrantes conhecemos o Restaurante Wunderwald da querida Darli.

Degustamos um prato típico Wunderwald com marreco, bisteca de porco defumada, joelho de porco temperado, repolho roxo com passas, chucrute, aipim frito, purê de maça, mostardas e raiz forte.

O restaurante tem decoração, música e é totalmente ambientando como um típico restaurante alemão, uma delícia de comer e de conhecer.

Degustamos um prato típico Wunderwald com marreco, bisteca de porco defumada, joelho de porco temperado, repolho roxo com passas, chucrute, aipim frito, purê de maça, mostardas e raiz forte
Degustamos um prato típico Wunderwald com marreco, bisteca de porco defumada, joelho de porco temperado, repolho roxo com passas, chucrute, aipim frito, purê de maça, mostardas e raiz forte


Ainda tivemos a sorte de ir até à cozinha e conhecer a equipe que carinhosamente prepara todos essas delícias.

Equipe do Restaurante Wunderwald, na Rota dos Imigrantes em Pomerode, Santa Catarina
Equipe do Restaurante Wunderwald, na Rota dos Imigrantes em Pomerode, Santa Catarina


Roteiro por Pomerode - Rota Enxaimel e Rota dos Imigrantes

Primeiro dia

Pomerode - Um roteiro pela Rota Enxaimel - @rotaenxaimel

Rota Enxaimel

Nesse primeiro dia acompanhadas do gentil e generoso Sílvio (já falo mais dele)

A Rota Enxaimel é a maior concentração fora da Europa de casas construídas utilizando a técnica Enxaimel, trazida pelos imigrantes. Em um percurso de 16 km são cerca de 50 casas com suas construções tradicionais. Lembrando que essa rota já foi premiada pela ONU como uma das melhores vilas turísticas do mundo por sua preservação e sustentabilidade.

Enxaimel são casas onde as estruturas de madeira são construídas sem nenhum prego ou parafuso, apenas encaixe. Todas são numeradas permitindo assim que se desmontadas, podem ser montadas novamente em outro lugar.

Todos contam com muito orgulho essa jornada desde a Europa, até o Brasil, chegando até os dias atuais.


A bordo do Bandeirante 4x4 do Silvio Bodenmuller do Gertrud Wagen
A bordo do Bandeirante 4x4 do Silvio Bodenmuller do Gertrud Wagen 

Gertrud Wagen - @gertrudwagen

Minha primeira indicação é a de sempre priorizar a contratação de um guia de turismo. Em Pomerode fomos presenteados pelo serviço exemplar do Silvio Bodenmuller do Gertrud Wagen e seu Bandeirante 4x4. Sílvio percorre os principais pontos turísticos da Rota do Enxaimel e vai narrando com muito conhecimento e simpatia fatos históricos e curiosidades, tornando a experiência inesquecível.


Teatro Municipal de Pomerode
Teatro Municipal de Pomerode


Começamos pelo Portal Sul de Pomerode, passando pela Praça Torgelow, uma homenagem aos imigrantes. A praça fica bem em frente ao teatro da cidade.

Praça Torgelow em Pomerode, Santa Catarina
Praça Torgelow em Pomerode, Santa Catarina

Em seguida conhecemos o Passeio Pomerano. Um lugar muito agradável, com lojas, restaurantes, num total de 18 estabelecimentos.

Passeio Pomerano em Pomerode, Santa Catarina
Passeio Pomerano em Pomerode, Santa Catarina

Guenther Velas Especiais - @guenthervelasespeciais

Visitamos a Guenther Velas Especiais, que funciona desde 1984.
Ganhamos uma linda vela e com um aroma que vocês não têm ideia da delicadeza. Confesso que fiquei apaixonada por essa loja e queria comprar todas. 

Loja da Guenther Velas especiais, as mais bonitas e perfumadas de Pomerode
Loja da Guenther Velas Especiais, as mais bonitas e perfumadas de Pomerode

Museu Casa do Imigrante Carl Weege

Um museu que funciona na casa onde viveu a família Weege. Conta com móveis e uma série de utensílios que nos permite conhecer um pouco da história e da cultura de Pomerode desde a chegada dos seus primeiros imigrantes. 


Casa Radunz - @casaradunz

Conhecemos a senhora Iracema, da Casa Radunz, mais uma casa tradicional aberta a visitação e  ainda com degustação de queijos e licores.

Casa Radunz, em Pomerode
 Casa Radunz, em Pomerode

Construídas em 1932, faz parte do conjunto de casas enxaimel da última geração, onde já possuíam varandas.


Casa Siewert - @casasiewert

Rogério, da casa Siewert, também nos contou um pouco da sua história e das tradições.
As famílias, pelo que pude ver, ainda hoje se orgulham em poder contar e mostrar aos visitantes como viviam e ainda vivem os Pomerodenses.

Casa Siewert, em Pomerode
Casa Siewert, em Pomerode

Os trisavôs de Rogério saíram de Hamburgo, na Alemanha, em abril de 1869. Vieram para o Brasil e não ficaram na Europa em busca de melhores condições de vida, pois segundo ele e pelo que a história também relata, a vida na Europa naquela época, também não era das melhores para quem não tinha dinheiro, eles (seus trisavôs) eram diaristas e trabalhavam na agricultura dos senhores feudais, mas em1850, quando os senhores feudais compraram as primeiras máquinas agrícolas, muitos ficaram sem emprego e sem terra. Foi então que algumas primeiras famílias se aventuram nas terras brasileiras começando uma nova vida. 

Há 150 anos, conta Rogério das histórias que escutava dos seus antepassados, era tudo mato, em 1900  surgiram as primeiras casas de enxaimel e só depois o inicio da produção agrícola.

Em 1913, seu avô Alberto, que por um acaso também era o nome do meu pai, nascia no Brasil. Foi o primeiro a nascer já no Brasil.

Rogério da Casa Siewert, em Pomerode


Rogério nos lembra que as construções eram realizadas sem ferro, sem prego, sem cimento, sem energia elétrica, sem combustível e sem dinheiro. Tudo era feito apenas com fósforo e querosene, com ferramentas manuais e transporte de carroças. A massa da construção era uma mistura de areia, barro e cal e mais três fibras, rabo de cavalo, crina de cavalo e esterco.

E 30 anos depois eles já estavam mais estruturados e a vida começava a melhorar.

Eu me encanto com as histórias, porque a história do Rogério conta um pouco da história de todos nós.


Um pé de cacau no tour da Nugali Chocolates
Um pé de cacau no tour da Nugali Chocolates


Nugali Chocolates - @nugalichocolates

Para adocicar esse nosso roteiro, fomos conhecer a Nugali Chocolate, internacionalmente premiada. A empresa se orgulha de produzir um dos melhores chocolates do mundo.  

O chocolate brasileiro mais premiado no mundo - Nugali Chocolates
O chocolate brasileiro mais premiado no mundo - Nugali Chocolates

A Nugali Chocolates possui um tour, que começa apresentando pés de cacau e depois, com a fábrica ao fundo, tem uma deliciosa degustação de diferentes tipos e intensidades dos chocolates, tudo isso com uma colher desenvolvida para esse passeio e que você pode levar de brinde. Como sou uma amante do chocolate, nem preciso dizer que me acabei na degustação.


Provando o chocolate brasileiro mais premiado no mundo - Nugali Chocolates
Degustando o chocolate brasileiro mais premiado no mundo - Nugali Chocolates


Para terminar o roteiro do nosso primeiro dia em Pomerode, um pouco de álcool.


Cervejas Alfred ou Currywurst Restaurante e Choperia
Cervejas Alfred ou Currywurst Restaurante e Choperia

Cervejas Alfred ou Currywurst Restaurante e Choperia

Foi um encontro também repleto de aprendizado com o Alfredo, que nos recebeu contando cada detalhe de cada uma das cervejas que ele produz. 

Tudo começou pelo seu tio, em 2013, num estabelecimento no centro de Pomerode. A partir de 2019 mudaram para um novo endereço, no início da Rota do Enxaimel, e onde estão até hoje. A aposta no crescimento do turismo em Pomerode foi a alavanca para a criação do negócio.

Inicialmente eles compravam cerveja, mas por uma paixão, Alfred foi se qualificando, e a partir de 2017 eles já começam a fabricar sua própria cerveja, em sociedade com outra cervejaria. Hoje, já fabrica sua própria marca. Além da cerveja, eles contam com um restaurante onde servem pratos típicos e artesanais da região. A ideia é produzir tudo que for possível, desde a cerveja, até os pães servidos com as refeições.

A ideia é harmonizar as cervejas com os pratos do restaurante.

A cerveja por enquanto é produzida para o consumo no restaurante, mas não descarta que no futuro possa comercializar a cerveja para outros estabelecimentos. 

Aqui vou falar de cada uma das cervejas produzidas por eles e com uma breve explicação, quem conhece de cerveja já vai se identificar, e para quem não conhece, como eu, espero que ajude a entender um pouco mais.

1. Pilsen

Essa é a cerveja que paga as contas de todas as cervejarias, a cerveja mais consumida do mundo. O principal ingrediente dessa cerveja é o cereal. 


2. Weiss  

Com 50% de malte de trigo e 50% de outros tipos de malte, a fermentação remete a um aroma e um sabor de cravo e banana, uma cerveja um pouco mais turva, um sabor para quem não gosta de cerveja, digamos para os iniciantes.


3. Chopp de Vinho 

Uma invenção da região e é uma mistura de pilsen + suco de uva + vinho tinto suave, o que eles chamam de um blend. Essa mistura faz muito sucesso na região, consumido por homens e mulheres. Cada cervejaria faz as suas proporções e criam suas próprias receitas.


4. Dry Stout 

Dentro das "stouts", essa é a mais levinha. As stouts são: Imperial Stout, Stout e a Dry Stout
Tem uma presença dos maltes escuros, é uma cerveja considerada de inverno. 


5. APA 

América Pale Ale, bem aromática, remete ao cítrico, um sabor e limão, laranja ou maracujá. Ela é um pouco mais leve, mas já vai aumentando o grau de sabor e presença dos ingredientes.


6. IPA 

India Pale Ale já tem um teor alcoólico mais alto e mais presença de lúpulo, mais presença do álcool. Uma cerveja bem mais extrema.

História da IPA


Os reis da Inglaterra viajavam para as Índias e levavam a cerveja nos navios e a cerveja estragava. O lúpulo é um conservante natural e o álcool um conservante por si só. Então eles descobriram que aumentando a carga de malte e aumentando a carga de lúpulo, eles conseguiam manter a cerveja sem estragar por mais tempo e assim surgiu a India Pale Ale.


Segundo dia


Pomerode - Um roteiro pela Rota do Imigrante - @rotadoimigranteempomerode

No segundo dia, a querida Darli, proprietária do Restaurante Wunderwald,  nos acompanhou e foi nossa "guia" pelas belezas e encantos de Pomerode, o que só demonstra acolhimento e reconhecimento da importância de nós, criadoras de conteúdo, na divulgação e promoção de Pomerode como um destino turístico obrigatório.

Manga Rock Bar em Pomerode, Santa Catarina
Manga Rock Bar em Pomerode, Santa Catarina

Manga Rock Bar - @mangarockbar 

O Manga Rock Bar é um bar temático com um camping ou, se preferir, um camping com um bar temático, a escolha é sua. Você também pode reservar o espaço para festas e eventos. Se você é um amante do Rock, precisa conhecer esse lugar.

Fredi (Manga) e Betina, casal super simpático que nos recebeu e contou um pouco da história desse lugar cheio de personalidade, música, lazer e de encontros.

Além do bar e camping, o casal também tem uma casa no Airbnb para quem quiser ficar hospedado em uma casa típica e ter uma experiência totalmente imersiva no jeito de viver de Pomerode.

Alambique Enxaimel em Pomerode, Santa Catarina
Alambique Enxaimel em Pomerode, Santa Catarina

Alambique Enxaimel - @alambiqueenxaimel

Em seguida conhecemos o Alambique Enxaimel, fomos recebidas pela simpática Marciana Piancó. Foi uma degustação cheia de aprendizado sobre como é feita a produção cuidadosa, o que certamente resulta na qualidade impecável. A cachaça Enxaimel é uma das campeãs de venda, mas os licores também fazem bastante sucesso.

Alambique Enxaimel em Pomerode, Santa Catarina
Alambique Enxaimel em Pomerode, Santa Catarina

Durante a visita, Marciana nos contou um pouco sobre o processo de fabricação e da importância de evitar o desperdício. Durante a destilação, no primeiro processo é extraído o álcool puro, que acaba destinado para a limpeza, e só depois sai a cachaça, essa, sim, de boa qualidade. Ao fim já é extraída uma cachaça que não tem boa qualidade e essa é eliminada. Todo esse processo e cuidado é o grande diferencial para se conseguir um produto de extrema qualidade.


Kreativer Platz - @kreativerplatz

Um belo projeto formado por mais de 20 artesãos que juntos formaram a Kreativer Platz.

Um belo projeto formado por mais de 20 artesãos que juntos formaram a Kreativer Platz
Um belo projeto formado por mais de 20 artesãos que juntos formaram a Kreativer Platz

No belo local onde a construção data de 1934, além do ponto de venda de artesanatos, bolachas caseiras e chopp artesanal, o espaço também pode ser utilizado para piquenique, com 3 variedades de cestas com alimentos e bebidas, conforme o tamanho do grupo. O kit conta também com a cesta, toalha, pratos, copos e talheres descartáveis.


Loja Briard em Pomerode, Santa Catarina
Loja Briard em Pomerode, Santa Catarina

Loja Briard - @lojabriard_pomerode

Um momento irresistível e novos looks. A visita, que teoricamente sairia um pouco de um roteiro turístico, apenas demonstra os diferentes potenciais de Pomerode, como um lugar para turismo cultural, histórico, gastronômico, mas também para compras.

Juntar três blogueiras, as vendedoras e a querida Darli, que também aproveitou o momento para renovar seu guarda-roupa, só poderia terminar em compras e muitas risadas.

Rosen Doceria - a doceria do Roseli e da Aline, mãe e filha
Rosen Doceria - a doceria do Roseli e da Aline, mãe e filha

Rosen Doceria - @rosendoceria

O slogan "bolachas caseiras preparadas com muito amor" não poderia ser mais perfeito, é o que é esse negócio familiar, entre, Roseli, a mãe, Aline, a filha, e lembranças da matriarca. Um negócio cheio de história, tradição e amor em forma de delícias.

Provamos diversos deles e ganhamos alguns de presente, mas é tão bom que esquecemos que produzimos conteúdo e ficamos sem um registro para a divulgação, a gula venceu.

Karsten Blumenau, a loja que é uma experiência
Karsten Blumenau, a loja que é uma experiência

Karsten - @karstenblumenau

Em setembro de 2022 a Karsten comemora 140 anos de história e a nova loja foi criada para ser uma verdadeira experiência, onde você encontra além dos produtos, a história dessa empresa que começou com a chegada dos imigrantes e hoje é essa potência. 

Está localizada exatamente na divisa entre Pomerode e Blumenau e a empresa tem um compromisso de também cuidar dos arredores. O fio de algodão é produzido na fábrica no Mato Grosso e hoje conseguem uma qualidade semelhante ao fio egípcio.

Na decoração da loja você pode ver uma réplica da roda d'água, como tudo começou, as margens do Rio Testo, e também uma enorme máquina de tear, que ajuda a mostrar um pouco de como tudo é feito. Uma enorme parede feita de enxaimel, também destaca as tradições e origens de Pomerode.

A loja tem uma área infantil e uma cafeteria que mantém um cardápio tradicionalmente alemão, eles  certamente não servem pão de queijo, mas você encontra com certezas quitutes alemãs.

A Nathalia Mayume, nos recebeu carinhosamente e contou todas essas peculiaridades da loja da Karsten, onde hoje ela é a responsável. E ainda ganhamos um mimo maravilhoso.

Felizinhas com os brindes que ganhamos da Nathalia da karsten
Felizinhas com os brindes que ganhamos da Nathalia da Karsten

Kyly - @kylyoficial

A Kyly não é necessariamente um ponto turístico, mas como a indústria têxtil é um elemento fundamental no desenvolvimento de Pomerode, eles contam a história da empresa e de desenvolvimento num tour virtual muito interessante.

Loja da Kyly em Pomerode, Santa Catarina
Loja da Kyly em Pomerode, Santa Catarina


E, claro, se você tem filhos pequenos, tenho certeza que você não vai resistir a uma visita à loja, com looks muito especiais para o público infantil. 

Cervejaria Schornstein em Pomerode, Santa Catarina
Cervejaria Schornstein em Pomerode, Santa Catarina


Armazém Schornstein -  @armazemschornstein 

Cervejaria Schornstein se orgulha dos seus mais de 15 anos de tradição e respeito à qualidade e é uma visita obrigatória aos amantes da cerveja. A cervejaria resgatou o talento natural para fabricar cerveja trazido pelos imigrantes alemães. 

Fica localizado na região do Passeio Pomerano, que mostrei logo no início, sediada em um prédio histórico, o antigo Mercado Weege. Ao lado da fábrica, o prédio onde começou a cervejaria, hoje abriga a Schornstein Kneipe - Bar Oficial.

É possível fazer um tour pela fábrica, mais informações no @schornsteinoficial.


Loja de Artesanato e Decoração Holz Stoff em Pomerode, Santa Catarina
Loja de Artesanato e Decoração Holz Stoff em Pomerode, Santa Catarina

Holz Stoff Artesanato e Decoração - @holz_stoff

Peças artesanais feitas com muito carinho pelos queridos Franco, Rodrigo e Vanusa. Na loja você encontra uma variedade de lindos produtos para a decoração. Na área externa você ainda tem um lindo cenário, onde passa um rio, com uma ponte muito charmosa, tornando a visita à loja uma experiência.


Jardim da Loja de Artesanato e Decoração Holz Stoff em Pomerode, Santa Catarina
Jardim da Loja de Artesanato e Decoração Holz Stoff em Pomerode, Santa Catarina

Você também pode ficar atento a agenda de cursos.

Fomos recebidos com um café, algumas iguarias e um bate-papo cheio de risadas, afetos e mimos. Como não amar Pomerode?

Onde se hospedar em Pomerode

Vou deixar duas opões:

Hotel Bergblick em Pomerode, Santa Catarina
Hotel Bergblick em Pomerode, Santa Catarina

1. Hotel Bergblick @hotelbergblick

A hospedagem ficou por conta do Hotel Bergblick, da simpática Eliana, aliás, foi ela que cuidou da nossa vista à Pomerode com a Rejane, do Portal Visite Pomerode. O Portal visa orientar os turistas sobre as atrações da cidade. 

O Hotel Bergblick é para quem procura tranquilidade, conforto e o autêntico estilo alemão, aliás, esse é o lema do hotel.

O dia começa com um café da manhã com pães, bolos, geleias artesanais, frios, queijos da região, tudo preparado no próprio hotel.

Café da manhã do Hotel Bergblick em Pomerode, Santa Catarina
Café da manhã do Hotel Bergblick em Pomerode, Santa Catarina

O hotel está preparado para receber turistas alemães (óbvio), mas também inglês, francês e espanhol.

Com uma localização privilegiada e uma vista de tirar o fôlego, amplo estacionamento, com apartamentos adaptados para PCD e também é pet friendly. O hotel também possui uma lavanderia própria, aluguel de bicicletas e bicicletário. 

Um dos quartos do Hotel Bergblick em Pomerode, Santa Catarina
Um dos quartos do Hotel Bergblick em Pomerode, Santa Catarina

As acomodações:
Suítes com hidromassagem
Apartamento luxo
Suíte Sênior
Flat

Agora vamos para a cereja do bolo. Que tal essa vista de tirar o fôlego? Se você está procurando um lugar charmoso e acolhedor para uns dias de descanso, esse é o lugar.

Vista do Hotel Bergblick em Pomerode, Santa Catarina
Vista do Hotel Bergblick em Pomerode, Santa Catarina


2. Pousada Edelweiss - @pousada_edelweiss

Localizada na Rota do Imigrante (que agora você já sabe um pouco mais sobre essa rota), a menos de 10 minutos do centro de Pomerode. Edelweiss é o nome de uma flor europeia, símbolo nacional na Áustria e Suíça, e que em alemão significa "branco nobre". Considerada o talismã do amor, é quando um rapaz se arrisca subindo os Alpes para buscar a linda flor para a sua amada.

Pousada Edelweiss em Pomerode, Santa Catarina
Pousada Edelweiss em Pomerode, Santa Catarina

Foi inaugurada em 2016, atende desde o turista aventureiro, ao homem de negócio e famílias.

São 10 quartos e atendendo as exigências atuais, todos com mesas de trabalho. Possui um quarto para PCD.

Um dos quartos da Pousada Edelweiss em Pomerode, Santa Catarina
Um dos quartos da Pousada Edelweiss em Pomerode, Santa Catarina

Além da hospitalidade e do conforto, na pousada Edelweiss, se prepare para degustar as mais deliciosas iguarias de Pomerode. O café da manhã colonial com os sabores germânicos, produtos fresquinho e de produtores locais. Você pode inclusive agendar essa experiência, mesmo não estando hospedado no hotel.

A pousada conta ainda com uma piscina e um bosque, tranquilidade e diversão garantida para toda a família.

A Cátia, dona da pousada, nos recebeu para apresentar o espaço e nos convidou para um café da tarde. Regado com bom papo e saborosos apfestrudel, que significa redemoinhos de maça, produzidos pela Tânia, foi difícil sair de lá para continuarmos o roteiro.


Apfestrudel da Pousada Edelweiss em Pomerode, Santa Catarina
Apfestrudel da Pousada Edelweiss em Pomerode, Santa Catarina


E não deixe de pedir o seu passaporte turístico nos estabelecimentos que fazem parte da AVIP (Associação Visite Pomerode). A cada R$50 em compras você ganha um carimbo e completando dez carimbos, você ganha uma linda caneca para guardar de lembrança de Pomerode.

Dica: Tem um aeroporto em Navegantes, mas fizemos a viagem por Curitiba. Contratamos um transfer com o Reginaldo, que eu recomendo peo (47)9229-3491. A viagem Curitiba - Pomerode leva cerca de 3h. A viagem de Navegantes - Pomerode leva cerca de 1h30min. O que eu sugiro, fazer a cotação aérea com as duas cidades, verificar o valor do transer na época e decidir qual é mais interessante financeiramente. 

Reginaldo ao volante, Regina do Turista Full Time e Daniela do Viajando com Daniela, e eu, a fotógrafa
Reginaldo ao volante, Regina do Turista Full Time e Daniela do Viajando com Daniela, e eu, a fotógrafa



Meus sinceros agradecimentos a cada uma dessas pessoas, todos os lugares que conhecemos e todo o aprendizado adquirido. Essa história linda de reinvenção, desde os imigrantes que chegaram a Pomerode até os dias atuais, ficarão guardadinhos aqui no meu cantinho das boas memórias.

Nesta viagem contei com a companhia e a parceria das blogueiras:

Daniela Cascardo do Viajando com Daniela Cascardo - @viajandocomdaniela. Confere aqui a viagem pela ótica da Dani, tudo que você precisa saber antes de ir.

Regina Oki do  Turista Full Time - @Turista_fulltime. Confere aqui a viagem pela ótica da Regina, O que fazer em Pomerode?

Agradecimentos especiais:
Hotel BergBlick (@hotelbergblick) e a querida Eliana por todo apoio e suporte.
Visite Pomerode (@visitepomerode) e a querida Rejane, também por todo apoio e suporte.


Visitando Pomerode em Santa Catarina
Visitando Pomerode em Santa Catarina


Gostou de desse roteiro? Quer contratar uma consultoria de viagens? O Blog Olivia Garimpando Por Aí e sua agência de viagens Garimpando Por Aí Viagens tem tudo para te ajudar na realização dos seus sonhos. Além da venda de passagens aéreas, hospedagem, seguro viagem, aluguel de veículo e Disney, você ainda poderá contar com a minha expertise de viajante com dicas únicas.



9 comentários

  1. Esta ida a Pomerode já tem um lugar de destaque na lista crescente de viagens que fizemos juntas e, certamente, ficará gravada nas nossas melhores memórias. Muito bom conhecer novos destinos com vocês! A cada viagem, nossa convivência fica mais especial! Parabéns pelo lindo relato, que me fez reviver todos os bons momentos que passamos nesta cidade de gente acolhedora, dedicada, hospitaleira e feliz!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que delícia! Que saudade de Pomerode. Suas fotos estão lindas! Não fui ao alambique e nem às lojas Kyly e Karsten. Quero muito voltar logo!

    ResponderExcluir
  3. Pomerode é uma graça, né? Eu conheci em um bate e volta quando estava em Blumenau, foi pouco tempo, mas fiquei encantada. Bom rever os lugares aqui - e vendo tbm que faltou muita coisa pra conhecer!

    ResponderExcluir
  4. Olívia, o seu post é arrebatador - fotos lindas, texto leve e informações importantes sobre uma cidade lindíssima e cheia de história. Como não se apaixonar e querer conhecer Pomerode na próxima oportunidade? Valeu pela dica e pelo roteiro por Pomerode - a cidade mais alemã do Brasil!

    ResponderExcluir
  5. Gente, que roteiro incrível por Pomerode. Já quero fazer um roteiro assim! Eu já sabia que havia muito o que conhecer, mas não imaginava a quantidade! Amei

    ResponderExcluir
  6. Que saudades dessa cidade que ganhou meu coração. Já estive por lá 2 x e depois de ler seu roteiro vi que já esta na hora de voltar a Pomerode a cidade mais alemã do Brasil

    ResponderExcluir
  7. Gente! to passada com quantas festividades a cidade de Pomerode tem! Eu confesso que conheço muito pouco sobre esse destino e eu adorei conhecer mais, já quero visitar

    ResponderExcluir
  8. Pomerode é um destino muito agradável, é para voltar muitas vezes! Já estive na época da Osterfest e tudo fica ainda mais encantador! A cidade mais alemã do brasil possui uma cena de rock muito forte tb, com muitos festivais. Gosto muito de tomar cerveja na Schornstein e minha irmã se emocionou com a comida do Wunderwald!

    ResponderExcluir
  9. Quando li seu roteiro por Pomerode, descobri que preciso voltar. Muitas coisas eu acabei não conhecendo.

    ResponderExcluir