Featured Slider

Selina Lapa, no coração do Rio de Janeiro, uma boa dica de onde se hospedar

Unique Room no Selina Lapa
Unique Room no Selina Lapa


Selina Lapa, no Rio de Janeiro, primeiro hotel da rede inaugurado no Brasil


Localizado a poucos metros dos Arcos da Lapa, o Selina Lapa ocupa dois casarões, um deles onde ficava o antigo Grande Hotel Bragança, patrimônio histórico e cultural da cidade, e que já hospedou grandes personalidades. As fachadas foram revitalizadas e novos edifícios construídos.

Mais do que mostrar o hotel e essa rede que vem crescendo, quero contar um pouco de como tudo começou em 2007, quando Rafael Museri e Daniel Rudasevski viviam em Pedasí, uma pequena vila de pescadores no Panamá.

Búzios: O que fazer, onde ficar, onde comer e como chegar

 Armação de Búzios
Armação de Búzios

Armação de Búzios ou simplesmente Búzios, de pacata vila de pescadores a balneário internacional 


Um dos mais charmosos balneários do mundo, Armação dos Búzios, ou simplesmente Búzios, como é normalmente chamada, faz parte da Região dos Lagos, no Rio de Janeiro. A cidade ficou famosa e se tornou destino internacional em 1964 (ainda como distrito de Cabo Frio) quando a atriz francesa Brigitte Bardot a popularizou, sendo conhecida até hoje como a Saint-Tropez brasileira. A retribuição veio em forma de estátua da atriz e uma orla batizada em sua homenagem, a Orla Bardot.

A partir de 1970, o turismo argentino tomou conta da cidade. E hoje os hermanos não são apenas visitantes. Muitos moram na cidade, têm negócios ou trabalham por lá. Costumo brincar que a língua oficial em Búzios é o espanhol.

Visite o Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos

Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marco
Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos


Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos, o primeiro parque arqueológico urbano do Brasil



Mais uma ação realizada com sucesso!! Dessa vez fomos conhecer o Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos, em Rio Claro (RJ). Confesso que nunca tinha ouvido falar, mas foi uma grata surpresa. Inaugurado em 2011, o parque guarda muitas histórias que precisam ser contadas.

São João Marcos é o primeiro sítio arqueológico urbano do Brasil integralmente resgatado por arqueólogos. Os visitantes podem observar estruturas do passado sem prejuízo para as ruínas, cuidadas por meio de manutenção preventiva. O espaço é mantido como projeto educativo e cultural da Light, com patrocínio da empresa, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, Lei Estadual de Incentivo à Cultura, e da Agência Nacional de Energia Elétrica - Aneel. O parque já recebeu 80 mil visitantes desde a sua inauguração.




Ruínas do Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos

E não é apenas a arqueologia que se destaca. Estar num ambiente preservado de Mata Atlântica renova as energias de qualquer visitante. Depois de passar um dia no local, só posso dizer que recomendo a visita.



Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marco é cercado de muito verde
Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos é cercado de muito verde


A história do Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos


A história de São João Marcos começa em 1739 com a construção de uma capela dedicada ao santo pelo fazendeiro João Machado Pereira, numa região propícia ao cultivo do café e que se destacou no durante o Ciclo do Café. 


São João Marcos chegou a ser foi tombada, em 1939, pelo órgão de proteção do patrimônio histórico e artístico da época. Mas o tombamento foi retirado por decreto do então presidente Getúlio Vargas no ano seguinte. A cidade foi então desocupada e demolida devido à previsão de alagamento do seu perímetro urbano. A inundação, decorrente do aumento da capacidade de armazenamento do reservatório de Ribeirão das Lajes, foi necessária para a construção da Usina de Fontes Nova, até hoje em funcionamento. A área desocupada, onde outrora existiu São João Marcos, foi arrendada a pecuaristas da região e os vestígios da cidade ficaram adormecidos por décadas. Em 1990, a Ponte Bela e as ruínas do centro histórico de São João Marcos foram tombadas pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) e, em 2008, toda essa história começou a ser redescoberta e valorizada com a construção do Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos.




Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marco e suas ruínas, um destaque para as belíssimas fotografias
Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos e suas ruínas, um destaque para as belíssimas fotografias


Projeto do Parque Arqueológico e Ambiental


O projeto do Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos nasce em 2008, com o objetivo de recuperar a memória do local e preservar a natureza. Ar
queólogos, museólogos, pesquisadores, produtores culturais, expositores, arquitetos, engenheiros e outros profissionais idealizaram um espaço de visitação, mantendo vestígios arqueológicos em área preservada da Mata Atlântica. Uma estrutura que inclui Centro de Memória, guias turísticos, anfiteatro, salas multimídia e de exposições e um campo de futebol em homenagem aos craques do Marcossense Futebol Clube, time local. 

Há ainda o Espaço Obra Escola, onde, por meio de painéis ilustrativos em formato de histórias em quadrinhos, as crianças são apresentadas ao mundo da arqueologia de maneira lúdica, horta orgânica, na qual alunos cultivam e colhem alimentos livres de agrotóxicos, loja de souvenir, viveiro, estacionamento e banheiro com acessibilidade. O Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos também promove atividades e ações de educação, recebendo alunos da rede pública do estado do Rio de Janeiro.



Aproveitando a fotografia do Parque para posar para as fotos
Aproveitando a fotografia do Parque para posar para as fotos


Arqueologia à vista de todos

Os trabalhos de resgate e preservação arqueológica do parque têm o objetivo de tornar visível a estrutura básica da cidade, tanto as vias de circulação quanto os perímetros (baldrames) de suas edificações, e expor as estruturas da antiga Estrada Imperial nos trechos mais próximos à cidade. Assim, os visitantes podem percorrer circuitos delimitados sem prejuízo às ruínas. 

Meio ambiente

O Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos não tem a palavra "ambiental" à toa. Está inserido em uma área de 930 mil m² (93 hectares de território) de Mata Atlântica e espelho d’água da Represa de Ribeirão das Lajes. 
A relevância da proteção do reservatório vai além do seu tamanho e do valor ambiental intrínseco. Está também no fato de ser limítrofe ao Parque Estadual Cunhambebe, permitir a ligação entre o Parque da Bocaina, ao Sul, e o Parque do Tinguá, ao Norte, formando um corredor florestal praticamente contínuo de Mata Atlântica, entre o Norte e o Sul do estado. Preservação que reflete na fauna local.  Há 57 espécies de pássaros, 30 de anfíbios, 20 de répteis e 28 espécies de mamíferos registradas na região. 




Posando para as lentes de Walacce do blog Deixa eu viajar
Posando para as lentes de Walacce do blog Deixa eu viajar


No dia da minha visita, havia uma comemoração especial pelo Dia do Índio, e assisti a uma apresentação de dança de índios Guarani, da Aldeia Sapucaia, que fica no distrito de Bracuí, em Angra dos Reis. O Cacique Domingues deu uma palestra falando sobre os desafios de conciliar as tradições com a modernidade. Meu agradecimento ao arqueólogo Eduardo Bacellar, que acompanhou a visita às ruínas, contribuindo com seu conhecimento

E essa índia, que coisa mais linda
E essa índia, que coisa mais linda
.

Evento em homenagem ao Dia do Índio
Evento em homenagem ao Dia do Índio




Interessou? Veja como chegar e acompanhe a programação do parque aqui.

Entrada do Parque
Entrada do Parque



COMO CHEGAR

Saindo do Rio de Janeiro, existem duas maneiras de chegar ao Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos:

PELA SERRA
Siga a Via Dutra (BR-116) em direção a São Paulo.
Pegue a saída 237 e, em seguida, vire à esquerda em direção a cidade de Rio Claro.
Ao passar pela entrada da cidade de Rio Claro, vire à esquerda, entre na estrada RJ-149.
Descendo a estrada em sentido a Mangaratiba, a entrada do Parque fica à esquerda da pista, aproximadamente 20km de Rio Claro.

PELO LITORAL
Siga a Avenida Brasil em direção a Santa Cruz.
Entre na rodovia Rio-Santos (BR-101) em direção a Angra dos Reis.
No trevo de Mangaratiba, vire à direita para pegar a Serra do Piloto (RJ-149).
Alguns trechos estão protegidos pelo Patrimônio Histórico Nacional e por isso mantém o calçamento original de pedras e terra.
Subindo a estrada em sentido a cidade de Rio Claro, a entrada do Parque fica à direita da pista, aproximadamente 20km de Mangaratiba.

Endereço: Estrada RJ-149 (Rio Claro-Mangaratiba) Km 20 - Rio Claro/RJ


DIAS E HORÁRIOS DA VISITA

De quarta a sexta-feira, das 10h às 16h - sábados e domingos, das 9h às 17h, inclusive feriados.
Entrada franca.
Podem ser realizadas visitas individuais ou em grupos.
Temos visitas guidadas gratuitas para grupos de 10 pessoas ou mais, mas precisam ser agendadas previamente pelo e-mail: [email protected]
O Quiosque São João Marcos, que funciona dentro do Parque, está sempre aberto durante o horário de visitação para venda de quitutes e bebidas.
Já as refeições precisam ser agendadas com antecedência através do e-mail: [email protected]

ATENÇÃO: pagamento somente em dinheiro, pois não são aceitos cartão de débito/crédito.

Outra informação importante, o celular não pega já a partir de um ponto na estrada que leva ao parque, portanto, relaxe e aproveite.

Um agradecimento especial à Christina Lima, da Comunicação do Instituto Cultural Cidade Viva (ICCV), por todo o apoio e pelo belo trabalho que realiza.


Este blog é associado à RBBV (Rede Brasileira de Blogueiros de Viagens). 
A célula RBBV RJ está promovendo com os seus membros ações que valorizem o Rio de Janeiro através de boas notícias, mostrando sua beleza, seus atrativos, sua diversidade. 
Criamos a hashtag #RIOunico para divulgar nosso trabalho. 
Vamos dar um basta nas notícias negativas e espalhar boas energias. 

Blogs que participaram desta ação:

Chicas Lokas
Viajando com Daniela Cascardo
Deixa eu Viajar
Fora da Toca
Viagens Bacanas
Turista Full Time
Embarcando na Aventura




Denise, Kelly, Eu, Regina, Dani e Ana, Blogueiras unidas jamais serão vencidas
Denise, Kelly, Eu, Regina, Dani e Ana, Blogueiras unidas jamais serão vencidas


➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤
O blog é afiliado de alguns serviços que poderão ajudar na sua próxima viagem ✈.
Você não pagará nada a mais por isso e nós seremos comissionados pela indicação.
São eles:
🏩 Procure sua hospedagem através do Booking. Um serviço que compara preços de hotéis em qualquer lugar do mundo.
🚗 Reserve seu carro com a Rentcars. Um serviço que compara preços entre as principais locadoras do Brasil e do mundo.
🔐 Faça seu seguro com a Segurospromo. Um serviço que compara os preços entre as melhores seguradoras.
📱 E já saia do Brasil levando o seu chip com a Eeasysim4u. Oferece plano de dados em 140 países, com conexão de Internet ilimitada. Receba o chip na sua casa e já chegue ao destino conectado.
💰 Compre sua moeda estrangeira na DG Câmbio usando o cupom GARIMPANDO.
➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤








PARQUE SÃO JOÃO MARCOS. Ainda impactada pela ação que fizemos no último sábado. O parque é um museu a céu aberto e fica no Vale do Café. A grande atração local são as ruínas da antiga cidade de São João Marcos. http://www.saojoaomarcos.com.br Uma ação entre blogueiros da @rbbviagem do Rio de Janeiro. @blogdeixaeuviajar @oliviagarimpandoporai @viagensbacanas @turista_fulltime @viajandocomdaniela @danifsb @chicaslokas_viagens @embarcandonaaventura @parquesaojoaomarco #saojoaomarcos . . 📷 @viagensbacanas e @chicaslokas_viagens #oliviagarimpandoporai #blog #trip #ferias #sourbbv #RiodeJaneiro #rj #brasil #errejota #travel #blogdeviagem #dicas #dicasdeviagem #travelblogger #riounico #photography #amoviajar #viajogrammer #viagem #turismo #viagensincriveis #instatravel #viagemeturismo #amoviajar #viagensimperdiveis #wanderlust #turistando #viagenseturismo #tour #destinosimperdiveis
Uma publicação compartilhada por Blog com dicas de viagem (@oliviagarimpandoporai) em

Quer uma dica de onde se hospedar em Búzios? Exclusive Hotel Boutique

Exclusive Hotel Boutique
Exclusive Hotel Boutique


Exclusive Hotel Boutique é uma ótima opção para se hospedar em Búzios

Localizado em uma das mais gostosas praias de Búzios, João Fernandes, o Exclusive Hotel Boutique, do Grupo Latitud Hotels, é uma excelente opção.

Fomos para Búzios a convite da produção do Festival Al Mare, que acontece até o dia 26 de maio. Confira aqui todos os detalhes do festival: Link do Festival Al Mare Búzios.


 Nosso quarto, charmoso e confortável
Nosso quarto, charmoso e confortável 


Conforto e boa mesa no Exclusive Hotel Boutique

Chegamos no sábado pela manhã e fomos embora no domingo, então, infelizmente, foi uma estadia bem rápida, mas chegamos bem cedinho no sábado e deu tempo de apreciar o café da manhã.

Uma observação, que deveria ser o comum, mas infelizmente, especialmente no Rio de Janeiro, não é, o staff, todos, sem exceção, muito educados e solícitos. Parabéns!!!!


Delicioso café da manhã
Delicioso café da manhã

O hotel possui 20 quartos e uma vista de tirar o fôlego. 

Que tal acordar com essa vista?
Que tal acordar com essa vista?


Um Bistrô Exclusivo que conta com um chef todos os dias, das 9h às 23h.

Aqui também funciona o Bistrô
Aqui também funciona o Bistrô



O hotel oferece quatro tipos de acomodações diferentes:

O STANDARD com 20 metros, não tem vista.
Alguns mimos: garrafa de água, xampu e condicionador, kit de beleza, toalhas e bloco de notas

O SUPERIOR  é um quarto bem moderno, com 25 metros.
Alguns mimos: Amenidades: garrafa de água, xampu e condicionador, kit de beleza, toalhas e bloco de notas.

O LUXO é um quarto cuidadosamente projetado, com 30 metros.
Alguns mimos: duas garrafas de água, xampu e condicionador, kit de beleza, toalhas, roupão, bloco de notas e chinelos.

E a SUÍTE o
nde nos hospedamos.
São 2 quartos de 40 metros cada, com um estilo tradicional de Búzios, que mantém as fachadas como Alguns mimos: duas garrafas de água, xampu e condicionador, kit de beleza, toalha e toalha para a piscina , roupão, bloco de notas e chinelos.



O agradável e confortável quarto suite
O agradável e confortável quarto suíte 


No Exclusive Hotel Boutique você também irá encontrar:


A piscina além tem uma vista maravilhosa
A piscina além tem uma vista maravilhosa

Uma piscina com um excelente tamanho e também um sauna.

Eles também oferecem um serviço de massagem no SPA ao lado do hotel, infelizmente nosso tempo foi corrido e não tivemos a oportunidade, mas certamente iremos voltar e experimentar.

O hotel conta com um serviço de transferência em carros particulares do Rio até Búzios.

Vários ambientes confortáveis e acolhedores, esse é um deles, uma aprazível sala de estar.


Confortável sala de estar
Confortável sala de estar


Se você gostou dessa sugestão, faça sua reserva com o link de afiliação do blog com o Booking, você não pagará nada a mais por isso e o blog será comissionado:  Exclusive Boutique Bistrô Hotel


Um hotel com um ambiente que reúne conforto e sofisticação na medida
Um hotel com um ambiente que reúne conforto e sofisticação na medida


O Exclusive Hotel Boutique tem um ambiente de muito bom gosto e sofisticação. Membro da rede Latitud Hotels, proprietária de mais 6 estabelecimentos em Búzios, são eles:

Aroma do Mar - Centro

Barra da Lagoa - Centro

Ilha Branca Inn - João Fernandes

Latitud Búzios - Brava

Lestada - João Fernandes

Villa Mercedes - João Fernandes




Viajei a convite
Um especial agradecimento a Bárbara Brandam, produtora do festival Al Mare. Sua energia e paixão por Búzios e pelo que faz, nesses seus 26 anos por lá, são contagiantes.

Agradeço também  a Arteiras Comunicação e toda a sua equipe e ao Alan Victor do Rio Fácil Oficial pelo profissionalismo.


Esta ação foi realizada com a minha parceira de vários projetos, a Ana Morize, do Viagens Bacanas,


➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤
O blog é afiliado de alguns serviços que poderão ajudar na sua próxima viagem ✈.
Você não pagará nada a mais por isso e nós seremos comissionados pela indicação.


São eles:
🏩 Procure sua hospedagem através do Booking. Um serviço que compara preços de hotéis em qualquer lugar do mundo.
🚗 Reserve seu carro com a Rentcars. Um serviço que compara preços entre as principais locadoras do Brasil e do mundo.
🔐 Faça seu seguro com a Segurospromo. Um serviço que compara os preços entre as melhores seguradoras.
📱 E já saia do Brasil levando o seu chip com a Eeasysim4u. Oferece plano de dados em 140 países, com conexão de Internet ilimitada. Receba o chip na sua casa e já chegue ao destino conectado.
💰 Compre sua moeda estrangeira na DG Câmbio usando o cupom GARIMPANDO.
➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤







Visualizar esta foto no Instagram.

Uma publicação compartilhada por Blog com dicas de viagem (@oliviagarimpandoporai) em

Búzios recebe a primeira edição do festival gastronômico Al Mare

Armação de Búzios
Armação dos Búzios


Até o dia 26 de maio, delicie-se com a primeira edição do Festival Al Mare em Búzios. Frutos do mar são os protagonistas


Recebi um delicioso convite este mês: participar do Al Mare, festival gastronômico que está acontecendo em Búzios até o dia 26 de maio. Nos cardápios desta edição, os protagonistas são os frutos do mar.

O festival é realizado pela Associação Comercial de Búzios e conta com a participação de 14 restaurantes localizados no circuito centro, que abrange a Rua das Pedras, Orla Bardot e Rua Manuel Turíbio de Farias.


Você já conhece o Buser?




Buser, o aplicativo de fretamento colaborativo


Estava precisando ir a São Paulo, na semana passada, para participar de uma grande feira. Seria uma oportunidade imperdível para alavancar negócios para o blog. Como deixei para resolver em cima da hora, os preços das passagens aéreas estavam altíssimos. Decidi ir de ônibus.

Foi quando uma amiga, a Camila do Na Estrada com as Minas, me perguntou: você conhece o Buser? E já me mandou um cupom.

Conheça a Pequena África, no Rio de Janeiro, através de um tour guiado com a Sou+Carioca

Olívia e Marta garimpando por aí
Olívia e Marta garimpando por aí!!


Com um passeio a pé pelo Centro do Rio de Janeiro, a Sou+Carioca conta a história da Pequena África


Adoro andar pelas ruas do Rio. Moro num bairro no centro da cidade, e isso me permite fazer muitas coisas a pé. Permite também que eu observe, nessas andanças, lugares e patrimônios históricos, alguns relativos à época do Brasil colonial. Por isso, amei o roteiro Pequena África, promovido pela Sou+Carioca. Sem contar que neste tour, ainda contei com a presença da minha amiga e hoje sócia, a jornalista Marta Paes, que sempre me apoiou nesta ideia e mais ainda, sempre me ajudou nas postagens durante as minha viagens, mas de maneira informal, agora ela é oficialmente uma 'garimpeira' e neste passeio, garimpamos juntas. Além de andarmos pela região da Praça Mauá, Gamboa e Saúde, fomos presenteados com uma aula de história sobre a cultura negra na região. Cultura que foi trazida à força com os negros escravizados e que se moldou num ambiente de sofrimento e resistência. E eu acabei revisitando meu próprio passado, pois vivi muito da minha infância na casa da minha avó, dona Olívia, que morava na Rua do Escorrega, na Praça Mauá. Um passeio cheio de referências históricas do Rio e de lembranças afetivas. Maravilhoso!!!


Marta Paes em seu primeiro dia de Garimpo no Tour Pequena África
Marta Paes em seu primeiro dia de Garimpo no Tour Pequena África


O Pequena África é um dos 150 roteiros criados pelo Sou+Carioca, projeto idealizado por Gabriela Palma, a Gaby, para fomentar o turismo interno. Ao lado das sócias Renata Vaz e Aparecida Jeronymo, a Dida, Gaby vem fazendo um trabalho apaixonado e apaixonante de valorização da história e do patrimônio da cidade, mostrando que o Rio vai muito além dos cartões-postais. O Sou+Carioca promove passeios em bairros como Bangu, na Zona Oeste, e Madureira, na Zona Norte, considerados, digamos, menos nobres para a indústria do turismo. E nesses quase quatro anos de atividade, já ganhou reconhecimento. O Sou+Carioca recebeu o prêmio Shell de Iniciativa Jovem e faz parte da incubadora de empresas Rio Criativo. 


Raquel, Luana, Gaby, Renata, Yara e Dida - Time Sou Mais Carioca
Raquel, Luana, Gaby, Renata, Yara e Dida - Time Sou Mais Carioca


Sucesso mais do que merecido, e não só porque conheço e admiro Gaby, Renata e Dida. O passeio reuniu outros 12 blogs de viagem, e todo mundo parecia bem interessado e empolgado, mesmo no calorão que os cariocas conhecem bem.



Rua Eduardo Janses. Lá no fim da escada, na Rua do Escorrega, morou dna Olívia, minha avó
Rua Eduardo Janses. Lá no fim da escada, na Rua do Escorrega, morou dna Olívia, minha avó


Nosso ponto de encontro foi em frente ao Museu de Arte do Rio (MAR), na Praça Mauá. De lá, fomos caminhando até um dos acessos ao Morro da Conceição, a escada com a bandeira do Brasil pintada nos degraus, na Rua Eduardo Jansem. E ali, Gaby nos explicou como o Morro da Conceição está intimamente ligado à história do Rio, que começou a crescer no quadrilátero formado entre este e os morros da São Bento, de Santo Antônio e do Castelo. 


Para mim, uma emoção à parte. Subindo as escadas da Eduardo Jansem, cheguei à Rua do Escorrega, e estava lá, 40 anos depois, em frente ao prédio 21, onde vovó Olívia morava. 


Rua do Escorrega, 21. Aqui morou minha vó Olívia
Rua do Escorrega, 21. Aqui morou minha vó Olívia

A Pequena África faz parte da minha história desde pequenininha 


Seguimos para a Igreja de São Francisco da Penitência, bem pertinho dali. E mais um pouco da minha história de vida fazia pate do roteiro. Foi lá que fiz minha Primeira Comunhão.

Descemos até o Largo de São Francisco da Prainha, onde conhecemos a Casa do Nando, um restaurante que resgata a comida com toda influência da culinária trazida pelos negros escravizados. E pratos, como feijoada e angu, por apenas R$ 20, são um atrativo e tanto.


No Largo da Prainha vimos também a estátua da bailarina Mercedes Baptista (1921-2014), uma justa homenagem àquela que foi a primeira negra a integrar o corpo de baile do Theatro Municipal. O reconhecimento, no entanto, não veio nas apresentações de balé, nas quais era sempre preterida por conta da cor, e sim de sua atuação como precursora do balé afro-brasileiro e nas coreografias de alas, nos desfiles de carnaval. Também no Largo da Prainha, ouvimos histórias da Tia Ciata e outras lideranças femininas, tão importantes na resistência da cultura africana. Samba, capoeira e candomblé eram ilegais, mas nunca deixaram de acontecer nas casas dessas mulheres. 


Bailarina Mercedes Baptista, a primeira negra a integrar o corpo de baile do Theatro Municipal
Bailarina Mercedes Baptista, a primeira negra a integrar o corpo de baile do Theatro Municipal


Continuamos nosso passeio até a Pedra do Sal, que foi reduto da cultura negra e redescoberto como local de resgate da identidade afro-brasileira. Hoje, é um ponto de encontro, com roda de samba, mas com valor histórico bem maior do o atrativo turístico.


Pedra do Sal
Pedra do Sal


Gaby destacou muito a questão da resistência negra porque foi nos mostrando, ao longo do roteiro, como essa cultura foi sendo escondida, apagada, no decorrer dos anos. E quando chegamos ao Jardim Suspenso do Valongo entendemos melhor isso, obra da gestão do prefeito Pereira Passos (1902-1906), que buscou "europeizar" o centro da cidade. 


Praça dos Estivadores, anteriormente conhecida como Praça do Mercado

A Pequena África é mais do que um roteiro turístico, é a preservação da nossa história


O mais gostoso de acompanhar o roteiro do Sou+Carioca, é ouvir "curiosidades" tão importantes na formação da nossa sociedade. Do Jardim Suspenso do Valongo, observamos, do outro lado, o Morro da Providência. E Gaby nos contou sobre o termo favela (que veio da planta favela, do povoado de Canudos, no sertão baiano) e o começo da favelização no Rio. Os homens daqui que foram lutar na Guerra de Canudos tinham a promessa de terras no morro, mas ao voltarem do conflito, não foram contemplados. Eles ocuparam o morro sem as condições básicas de moradia, esperando uma providência do governo.


Nosso tour seguiu até o Cais do Valongo, uma preciosidade arqueológica na Avenida Barão de Tefé, na Saúde. O Cais do Valongo tem o título de Patrimônio Histórico da Humanidade, concedido pela Unesco, pois é o único vestígio material do desembarque dos africanos escravizados, na América. 


Cais do Valongo
Cais do Valongo

Encerramos nosso delicioso passeio, contemplando o Mural Etnias, conhecido como mural do Kobra (obra do artista Eduardo Kobra), na fachada de um dos antigos armazéns da Gamboa, na ocasião da Olimpíada 2016. 

O gostinho amargo do passeio ficou por conta do descaso que existe até hoje em relação a esse tipo de circuito cultural. Não encontramos placas pelo caminho. Alguns pontos importantes, como a Pedra do Sal, sem a limpeza e preservação que merecem. Ainda assim, um passeio que super indico, pois, como ressaltou a Gaby, quando conhecemos nossa história, nossos patrimônios, cuidamos melhor deles.


Quer saber sobre mais roteiros pelo Centro do Rio, conheça o Tour Império Musical.

Quer saber mais sobre a Sou+Carioca.

Este blog é associado à RBBV (Rede Brasileira de Blogueiros de Viagens). 
A célula RBBV RJ está promovendo com os seus membros ações que valorizem o Rio de Janeiro através de boas notícias, mostrando sua beleza, seus atrativos, sua diversidade. 
Criamos a hashtag #RIOunico para divulgar nosso trabalho. 
Vamos dar um basta nas notícias negativas e espalhar boas energias. 

Blogs que também participaram desta ação:

Denise do Chicas Lokas
Klécia do Fui Ser Viajante
Lu do Let´s Fly Away
Carol do Viajar Correndo



➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤
O blog é afiliado de alguns serviços que poderão ajudar na sua próxima viagem ✈.
Você não pagará nada a mais por isso e nós seremos comissionados pela indicação.


São eles:
🏩 Procure sua hospedagem através do Booking. Um serviço que compara preços de hotéis em qualquer lugar do mundo.
🚗 Reserve seu carro com a Rentcars. Um serviço que compara preços entre as principais locadoras do Brasil e do mundo.
🔐 Faça seu seguro com a Segurospromo. Um serviço que compara os preços entre as melhores seguradoras.
📱 E já saia do Brasil levando o seu chip com a Eeasysim4u. Oferece plano de dados em 140 países, com conexão de Internet ilimitada. Receba o chip na sua casa e já chegue ao destino conectado.
💰 Compre sua moeda estrangeira na DG Câmbio usando o cupom GARIMPANDO.
➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤








Essa é a Ana, a mascote do projeto @soumaiscarioca. A Ana é carioca de Madureira, linda e alto astral. Ontem ela nos acompanhou pelo tour Pequena África, onde também tive o prazer da companhia da minha amiga e sócia, a jornalista Marta Paes. O blog @oliviagarimpandoporai fala das viagens no Brasil, no mundo e também da nossa cidade, o Rio de Janeiro, essa cidade maravilhosa e cheia de histórias, nem sempre boas, das quais nem sempre temos orgulho, mas justamente para que elas não sejam repetidas e para que tenhamos uma cidade, um país, até um Planeta, mais justo, tolerante e com menos desigualdade, elas precisam ser preservadas, estudadas e relembradas. Parabéns meninas do @soumaiscarioca, contem comigo sempre para divulgar esse trabalho maravilhoso. . As blogueiras cariocas do #rioúnico estavam presentes: @chicaslokas_viagens @letsflyawaybr @fuiserviajante @viajarcorrendo . #oliviagarimpandoporai #blog #trip #ferias #sourbbv #RiodeJaneiro #rj #brasil #errejota #travel #blogdeviagem #dicas #dicasdeviagem #travelblogger #riounico #amoviajar #viajogrammer #viagem #turismo #viagensincriveis #viagemeturismo #amoviajar #viagensimperdiveis #viagenseturismo #tour #destinosimperdiveis #soumaiscarioca #tourdapequenaafrica
Uma publicação compartilhada por Olívia Souza Cruz (@oliviagarimpandoporai) em