Budapeste, Praga e Viena

Palácio
Palácio



As belezas escondidas da Europa, Budapeste, Praga e Viena



Recebi um pedido da querida Maria Cristina Valente e não pude negar. Resgatei informações de viagens antigas que estavam no rascunho, quase esquecidas, porém vivas na minha memória.


Seguem minhas dicas e impressões, não vou citar roteiros porque isso todo mundo já fez.


Esse foi o número de dias que passei:


Budapeste/Praga/Viena


Número de dias


dia 01 - saindo do Rio

dia 02 - chegada em Budapeste (noite)

dia 03 - Budapeste

dia 04 - Budapeste

dia 05 - Budapeste

dia 06 - Budapeste - Viena (manhã)

dia 07 - Viena

dia 08 - Viena

dia 09 - Viena - Praga (tarde)

dia 10 - Praga

dia 11 - Praga

dia 12 - Praga

dia 13 - Praga - o destino eu conto no próximo


Li uma vez em algum lugar, não me recordo onde exatamente, que depois que você viaja para vários países da Europa, é tudo igual. Discordo totalmente, ao contrário, me impressiona como países tão próximos conseguem ser tão diferentes e fascinantes.


Quando resolvi viajar por esses países, percebi que os lugares atraiam a maioria das pessoas especialmente pelas lembranças da guerra, dos campos de concentração, museus de tortura e ossuários. Decidi não passar por nada disso e não visitar lugares onde pessoas tivessem sido torturadas. E assim eu fiz, passei bem longe do terror e não me arrependi.


Encontrei uma terra encantadora, pessoas, até mesmo os mais velhos, que certamente tinham lembranças terríveis, todas com um sorriso esperançoso na face. Fiquei fascinada.


Cada idoso que encontrava na rua, se tinha oportunidade, sentava ao lado em qualquer banquinho da praça e puxava um assunto. Claro, devo frisar que o inglês não é do domínio de todos e nem era para ser mesmo. Graças às novas tecnologias, baixei aplicativos com tradutores e tentava me comunicar mostrando a palavra traduzida, fui muito bem recebida.




BUDAPESTE


Budapeste
Budapeste


  


Antes da viagem assisti o filme Budapeste, baseado no livro de mesmo nome, do Chico Buarque. Achei o filme chato, mas a fotografia me encantou de cara e não me decepcionei.


Uma das mais belas fotografia de toda a viagem, Olhar Buda, do lado Peste, com o Danúbio cortando os dois lados.


Budapeste
Budapeste


  


Se o seu orçamento não estiver apertado, a cidade tem muitas opções de bons hotéis, agora tenho uma dica excelente, para os menos exigentes. Simples, prático, super limpo, ótima localização e com bom preço: .easyhotel.budapest. Eu já fiquei nessa rede em várias cidades.

Faça a sua reserva através da nossa parceria com o Booking.com

A moeda na Hungria é o forin, como eu fiz: Levei o VTM em euros, troquei no aeroporto (máquinas) uma pequena quantidade para pagar as despesas menores e as despesas maiores paguei no cartão. Hoje em dia, com o imposto, muita gente prefere levar em cash.


Budapeste
Budapeste




Para sair do aeroporto, que fica há uns 16 km, você pode usar táxi, ônibus ou trem, mas eu sugiro, depois de uma viagem longa, caso o táxi não seja sua primeira opção, que você contrate no aeroporto mesmo o serviço de transfer, ele te deixa direto no hotel. A desvantagem é que ele vai passando por outros hotéis até chegar ao seu destino. Você também pode reservar com antecedência: airportshuttle.hu.


Budapeste tem ônibus, trem, metrô e bonde, mas aconselho somente para as distâncias maiores, andar a pé ainda é a melhor opção.



VIENA


Essa cidade me surpreendeu, além de todo o roteiro de atrações turísticas sugeridas nos diversos guias que consultei, que são encantadoras, encontrei uma capital bem mais moderna do que esperava. Fui em pleno verão e pude comprovar os vários festivais que invadem a cidade. As pessoas mais estilosas desse pedaço da Europa parecem estar ali. Roupas, cabelos, gastronomia.


Viena
Viena

  


Uma super dica nesse trecho é ir de Budapeste para Viena de ônibus, além da economia, a viagem é interessante, diferente do trem que vai a todo vapor, o ônibus passa em pequenas cidades e você conhece um pouco mais, além de aproveitar melhor o visual. Então, não se esqueça, antes de comprar sua passagem, não deixe de consultar essa opção: busbud.com/pt.


Hospedagem eu sugiro a rede Etap ( Wien Messe ), perto das estações Pratersten e Vogartenstrasse.


Faça a sua reserva através da nossa parceria com o Booking.com


A Áustria está na zona do Euro.


Como uma chocólatra assumida não pude deixar de conferir a mais famosa das sugestões gastronômicas de Viena, dica do meu amigo Marcelo de Mello: a Sachertorte, um bolo de chocolate, inventado por Franz Sacher em 1832 para o príncipe Metternich em Viena, capital da Áustria. A marca registada "Original Sachertorte" foi registada pelo Hotel Sacher.


A maioria das atrações fica no Centro da cidade, que pode e deve ser percorrido a pé. dependendo da época, se estiver muito frio, o metrô é uma opção.


Um pouco mais distante, mas não deixe de visitar:



Schonbrunn
Schonbrunn


Schonbrunn
Schonbrunn


  
Uma sugestão é aproveitar para fazer uma bate-e-volta entre Viena e Bratislava, eu fui de trem, opção mais barata, mas também existe a Twin City Liner, um catamarã que leva você do centro de uma cidade a outra, com a opção de passear pelo Danúbio. Reserve 5 a 6 horas, é o suficiente para conhecer Bratislava.




Bratislava
Bratislava


  


PRAGA 


Praga
Praga


Não à toa que Praga é chamada de "a pequena Paris", realmente belíssima. Um ponto negativo é que tem muita gente para tudo quanto é lado, especialmente nos pontos turísticos mais famosos. Uma dica que posso dar é você sempre procurar se afastar um pouco dos pontos mais visitados e irá encontrar lugares fascinantes. Quando você atravessar a Ponte Carlos, por exemplo, procure se afastar da multidão, se embrenhar pelas ruelas mais escondidas, procurar um lugar tranquilo para uma boa refeição, vai se surpreender.



Praga
Praga



Praga
Praga




A modeda utilizada na República Tcheca é a Coroa Tcheca (czk), deixo a mesma dica da Húngria, troque algum dinheiro para as pequenas despesas.


Dica de hospedagem em Praga: ibis-praha-mala-strana


Faça a sua reserva através da nossa parceria com o Booking.com.


Eu fui de Viena para Praga de ônibus, então, não deixe de checar essa opção: czech-transport




Praga
Praga







Não deixe de visitar a galeria que fica bem na Praça da Cidade Velha com obras do Alfons Mucha (um ilustrador e designer gráfico checo e um dos principais expoentes do movimento Art Nouveau, fonte Wikipédia), bem perto dali tem o restaurante Mucha, também com várias obras do artista.



Alfons Mucha
Alfons Mucha




Nas feiras ao ar livre, como a da Praça da Cidade Velha, você irá encontrar o produto mais tradicional de Praga, os cristais de Boémia, os preços são baixos, mas um perito irá lhe dizer que a maioria delas não é cristal, mas de "vidro fino". Para quem quiser o produto autêntico, o negócio é rumar às centenas de lojas espalhadas principalmente pela Cidade Velha e Malá Strana. Algumas delas: Cesky Kristal (Národni 19), Moser (Na Prikope 12) e Bohemian Crystal Gallery (Siroka 9).


E se atreva, experimente as comidas de rua, uma experiência gastronômica necessária.



Praga
Praga



Praga
Praga




Além dos cristais, a cidade é famosa desde a época do Império por seus teatros de marionetes. E estes bonecos estão à venda nas feiras de artesanato nos mais variados tamanhos e estilos. Há desde figuras folclóricas até cavaleiros, rainhas e bruxas.


Essa é uma viagem deliciosa, paisagens estonteantes, muita história e um povo acolhedor, aproveite cada minuto por esse pedaço do Planeta, ele é especial.





estação de trem em Budapeste
Budapeste

3 comentários

  1. Adorei as dicas.
    Quando puder conhecereis esses belíssimos lugares

    ResponderExcluir
  2. Adorei as dicas.
    Quando puder conhecereis esses belíssimos lugares

    ResponderExcluir
  3. Excelente post! Budapest está nos meus planos, quem sabe um dia...

    ResponderExcluir