Petrópolis, dicas desse charmoso destino na região serrana do Rio de Janeiro

Quitandinha em Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro
Quitandinha em Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro

Conheça mais sobre Petrópolis, esse destino cheio de charme na região serrana do Rio de Janeiro


Durante o lançamento do livro "Eu não quero chegar a lugar algum", da mineira Mariana Bueno, do blog Mariana Viaja, no Rio de Janeiro, aproveitamos a presença dela, e da paulista Juliana Saueia, do blog Além da Curva, para turistar pelo Estado do Rio de Janeiro. Convidadas pelo Lucas Hipólito, do Lucas Tour RJ, fizemos um bate e volta na charmosa cidade serrana de Petrópolis.



Lucas, eu, Ju e Mari em Petrópolis, região serrano do Rio de Janeiro
Lucas, eu, Ju e Mari, em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro


Além de toda a beleza e charme da região, um fator que acho fascinante e por isso recomendo tanto esse destino a qualquer pessoa que venha ao Rio ou ao Brasil, é que Petrópolis faz parte categórica da nossa história, não só do estado, mas do país, pela presença dos imperadores Pedro I e Pedro II. A cidade foi a casa de veraneio da família imperial, conta muito sobre todos nós.




Quer ir a Petrópolis? Siga nosso roteiro nesse charmoso destino na região serrana do Rio de Janeiro


Petrópolis, região serrano do Rio de Janeiro
Petrópolis, região serrano do Rio de Janeiro


Portal 

Começamos pela icônica e  já tradicional parada no portal da cidade, um clássico para a foto.


A antiga piscina do Quitandinha, em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro
A antiga piscina do Quitandinha, em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro


Palácio Quitandinha

Essa é uma parada obrigatória para qualquer pessoa que visite Petrópolis pela primeira vez. Você pode até optar por não entrar, dependendo do seu tempo, mas observar essa arquitetura, o lago em frente, é, sem sobra de dúvida, imperdível.

O Palácio (ou hotel) Quitandinha foi construído em 1941 pelo mineiro Joaquim Rolla para ser o maior cassino hotel da América do Sul, que foi inaugurado em 1944. Infelizmente, seus anos de glamour foram poucos. Em 1946, o então presidente Eurico Gaspar Dutra decretou a proibição de jogo no Brasil, e o local passou a funcionar apenas como hotel.


O lago a beira do Quitandinha em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro
O lago à beira do Quitandinha em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro

Nos bons tempos, ainda como cassino, recebeu muita gente famosa, como Carmem Miranda, Grande Otelo, Virgínia Lane, Greta Garbo e muitos outros. Mesmo depois que passou a funcionar somente como hotel, ainda recebeu grandes eventos e personalidades, como Getúlio Vargas e Evita Perón, na Conferência Interamericana de 1946. O hotel também foi palco de concursos de Miss Brasil e muitos bailes.

Em 1963, Joaquim Rolla vendeu o Palácio Quitandinha para um grupo empresarial paulista e se transformou num grande condomínio de luxo. Desde 2007, a parte administrativa do prédio e os diversos salões e áreas de lazer, com exceção de apartamentos particulares, pertencem ao Sesc, e a maior parte funciona como espaço cultural.

Algumas informações importantes:

Visita Livre:
Terça a domingo e feriados, 9h30 às 17h.
• Portadores do Cartão Sesc: R$ 2
• Meia entrada: R$ 5
• Inteira: R$ 10


Visitações Guiadas e Audioguiadas:
Terça a domingo e feriados, 9h30 às 16h30.
• Portadores do Cartão Sesc: R$ 5
• Meia entrada: R$ 10
• Inteira: R$ 20
Classificação Livre.

Visitação ao Lago:
Terça a domingo e feriados, 9h às 18h (9h às 19h, durante o horário de verão).
Grátis. Livre.
Obs.: Em condições climáticas desfavoráveis o Lago será fechado.

Boliche:
Quarta a domingo e feriados, 15h30 às 21h30 (último horário para venda - 20h30).
Valores para o período de 1 hora:
Quartas, quintas e sextas (com exceção de feriados):
• Portadores do Cartão Sesc: R$ 30
• Inteira: R$ 60

Sábados, domingos e feriados:
• Portadores do Cartão Sesc: R$ 40
• Inteira: R$ 80
Classificação 6 anos.
- É permitida a venda de ingressos para utilização da pista de Boliche, pelo período inferior a 1 (uma) hora, sob condição de pagamento do valor referente ao período integral.
- É necessária a apresentação de documento de identificação com foto para menores e adolescentes, bem como para seus acompanhantes e responsáveis.

Espaço Jogo:
Quarta a domingo e feriados, 15h30 às 21h30.

O Palácio Quitandinha fica na Av. Joaquim Rolla, n º 2 - Petrópolis

(21) 4020-2101 ou [email protected]


Casa de Santos Dumont em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro
Casa de Santos Dumont em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro



Museu Casa de Santos Dumont 

Também conhecida como A Encantada porque foi construída no Morro do Encanto, a casa tem como finalidade preservar e divulgar a memória de Alberto Santos Dumont, o pai da aviação. A construção foi projetada por Santos Dumont para ser sua residência de verão e é tombada desde 1952. 

A visita à casa de Santos Dumont me trouxe lembranças do meu pai, que morreu em 1978. Também chamado Alberto, ele era mecânico de avião e apaixonado por aviação. Além da recordação afetiva, fiquei tocada com a simplicidade do lugar. O tamanho da casa e dos cômodos se alinham a uma realidade que hoje muitas pessoas já estão entendendo, que é viver mais e com menos. Alberto Santos Dumont realmente era um ser especial, com ideias maravilhosas: um chuveiro feito com um balde e perfurado no meio, escada em forma de raquete para facilitar a descida e a subida. Um homem realmente à frente do seu tempo.

Casa de Santos Dumont em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro
Casa de Santos Dumont em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro

O Museu Casa de Santos Dumont fica na Rua do Encanto, 22 – Centro
Telefone: (24) 2247-5222 | (24) 2247-3158
[email protected]
Horário: De 3ª a domingo, das 9h30m às 17h. Visita guiada
Ingressos: R$10,00


Catedral de São Pedro de Alcântara, em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro
Catedral de São Pedro de Alcântara, em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro


Catedral de São Pedro de Alcântara

Dedicada ao padroeiro da cidade, a catedral em estilo neogótco atrai turistas do mundo inteiro. Ali encontram-se guardadas relíquias de três santos mártires: Santa Tecla, São Magno e Santa Aurélia, trazidas de Roma pelo Cardeal Dom Sebastião Leme. Cardeal, aliás, que dá nome à rua onde moro hoje, em Santa Teresa, no Rio de Janeiro. Isso me fez pensar sobre quem são essas pessoas imortalizadas com nomes de ruas. Eu mesma não tinha ideia do que havia feito esse Cardeal.


Catedral de São Pedro de Alcântara, em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro
Catedral de São Pedro de Alcântara, em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro


A Catedral, de 94 anos, abriga um dos mais importantes órgãos do Brasil, uma atração à parte para quem a visita. As lápides de Dom Pedro II, Dona Teresa Cristina, Conde d'Eu e Princesa Isabel, além de esculturas em tamanho natural, ficam no mausoléu inaugurado em 1939.

A Catedral de São Pedro de Alcântara fica na Rua São Pedro de Alcântara, 60, Centro de Petrópolis.
A entrada é gratuita.


Museu Imperial em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro
Museu Imperial em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro


Museu Imperial

O Museu Imperial, também conhecido como Palácio Imperial, possui o principal acervo da época do Império no Brasil. Eu, particularmente, considero fundamental que todos os brasileiros tenham conhecimento do lugar e da história. Para os turistas, fica também a dica para conhecer um pouco mais sobre a formação da nossa sociedade.

O local foi o antigo Palácio de Verão do Imperador Dom Pedro II e mantém mobiliário, documentos, obras de arte e objetos pessoais da família imperial. Entre as pinturas, estão a famosa "Fala do trono", de Pedro Américo, que representa Dom Pedro II na abertura da Assembléia Geral; e o último retrato de Dom Pedro I, pintado por Simplício Rodrigues de Sá. Jóias, como a coroa de Dom Pedro II, criada por Carlos Marin, também podem ser vistas por lá.


Carruagem no Museu Imperial em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro
Carruagem no Museu Imperial em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro


A "Pena Dourada" usada pela Princesa Isabel em 13 de maio de 1888 para assinar a Lei Áurea, com todos as "vírgulas" que temos na história e na dura realidade, também se encontra lá.

Eu tenho muito respeito pela História e entendo que essa preservação é fundamental para o presente,  especialmente, para o nosso futuro. Seria ótimo que todos nós pudéssemos ter mais acesso a todas essas informações e conhecimento, seja para confrontá-la ou discuti-la, e com isso construir um futuro melhor.

Informações Importantes

Visitação: de terça a domingo, das 10h30 às 18h
Bilheteria: de terça a domingo, das 10h às 17h
Jardins: de terça a domingo, das 7h às 17h30
Atendimento nos setores técnicos: de segunda a sexta, das 13h30 às 17h30, e na parte da manhã, mediante agendamento prévio.

Ingressos:
Palácio: Inteira: R$10 / Meia: R$ 5
Estudantes, professores e maiores de 60 anos: R$ 5
Moradores de Petrópolis e petropolitanos, às quartas-feiras e no último domingo do mês: gratuito
Gratuidade: Brasileiros maiores de 80 anos e menores de 7 anos, guias de turismo com registro no Cadastur e portadores de necessidades especiais.
Projeto “O Museu é nosso”: Entrada gratuita para petropolitanos e moradores de Petrópolis, todas as quartas-feiras e último domingo do mês

Um Sarau Imperial: 
Inteira: R$ 16 - Meia: R$ 8*
*Estudantes - Carteira escolar ou pagamento de mensalidade; idosos com idade superior a 60 (sessenta) anos - carteira de identidade; professores - carteira funcional, contracheque ou documento que vincule à profissão.
Gratuidade: Menores de 2 (dois) anos, portadores de necessidades especiais, guias de turismo (carteira devidamente registrada no órgão competente).

Som e Luz: 
Inteira: R$20/ Meia: R$10
Gratuidade: Brasileiros maiores de 80 anos e menores de 7 anos, guias de turismo com registro na Embratur e portadores de necessidades especiais.

Pacote para a família tem preços especiais:

(2 entradas inteiras + 2 meias)
Palácio: R$ 25
Um Sarau Imperial: R$ 40
Espetáculo Som e Luz: R$ 50

Individual - preços especiais:
Museu + Sarau + Som e Luz: R$ 36
Museu + Sarau + Som e Luz (meia): R$ 18
Valores reembolsáveis somente em caso de cancelamento do espetáculo

*Importante:
 Durante a visita, é preciso calçar as famosas pantufas, assim contribuímos com a preservação dos pisos originais de mármore de Carrara, mármore belga e madeiras nobres.

Bolsas e mochilas devem ficar no guarda-volumes, que previne acidentes com o acervo. 

Não é permitido fotografar ou filmar dentro do palácio.

O Museu Imperial é acessível.

Visite também:
A Sala da Batalha de Campo Grande, que abriga o famoso quadro de Pedro Américo, o Pavilhão das Viaturas, que reúne meios de transporte do século XIX, e o Pátio Lourenço Luiz Lacombe, nomeado em homenagem a um antigo diretor do Museu e que expõe uma locomotiva que fazia o trajeto de subida da serra no início do século XX.

O Museu Imperial fica na Rua da Imperatriz, nº 220, Centro – Petrópolis




Palácio de Cristal em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro
Palácio de Cristal em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro


Palácio de Cristal

Inicialmente construído para abrigar exposições agrícolas, hoje se tornou um símbolo da cidade e é onde acontecem exposições e eventos. Tombado pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, integra o conjunto arquitetônico e paisagístico da antiga Praça da Confluência.

O Palácio de Cristal fica na Rua Alfredo Pachá.

Visitação:
De terça a domingo, de 9h às 18h.
Entrada Franca


Bar Bohemia em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro
Bar Bohemia em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro


Cervejaria Bohemia

Finalizamos o nosso agradável dia na Cervejaria Bohemia, também um ícone para quem visita Petrópolis. Recentemente eu estive por lá para fazer o Tour da cervejaria Bohemia. Acesse esse link e conheça mais sobre o tour e a história dessa cervejaria que foi fundada em 1853. A cervejaria, assim como Petrópolis, têm muitas histórias para contar.

Como dessa vez não haveria tempo para o tour, fomos degustar no Bar da Bohemia. Lembrando que lá também existe o restaurante, são duas coisas diferentes. O Bar também tem cardápio assinado pela Chef Germana, que eu conheci no dia que fiz o tour e almoçamos no restaurante. Germana, além de muito simpática, é extremamente competente.

A Cervejaria Bohemia fica na Rua Alfredo Pachá, 166, Centro - Petrópolis

Saiba tudo sobre o tour clicando aqui.

Loja e Cave:
Terças e quintas - 12h às 19h
Sextas e domindos - 10h às 19h
Sábados - 10h às 20h

Restaurante:
Terças a sextas - 12h às 17h
Sábados - 12h à meia- noite
Domingos - 12h às 17h

Bar Bohemia:
Terças a sextas - 17 à meia-noite
Sábados e feriados - 12h à meia-noite
Domingo - 12h às 21h

Chopp a R$ 5 e música ao vivo de terça a domingo de 18h às 21h (exceto nos feriados)

Petrópolis - veja as dicas de como chegar nesse charmoso destino na região serrana do Rio de Janeiro

A partir do Rio de Janeiro: 
Seguir pela Rodovia BR-040 sentido Rio-Petrópolis (há um pedágio neste trajeto, administrado pela CONCER). Ao chegar ao topo da serra, você terá duas opções para entrar em Petrópolis: via Quitandinha ou via Bingen. Se nunca veio a Petrópolis, opte pela primeira.

A partir de Brasília ou Minas Gerais:
Seguir pela Rodovia BR-040 sentido Juiz de Fora-Petrópolis (há um pedágio neste trajeto, administrado pela Concer). Tomar a entrada de Petrópolis no Posto da Polícia Rodoviária (via Bingen).

A partir de Teresópolis/Friburgo: ao chegar a Itaipava, tome a BR-040, seguindo o mesmo caminho de quem vem de Minas Gerais, ou vá pela Estrada União e Indústria.

De ônibus:
Descer na Rodoviária de Petrópolis. Lá chegando, você poderá tomar um táxi ou um uber e, não esqueça. que você pode caminhar pelos principais pontos turísticos da cidade.

Caso você prefira mais comodidade, alugue um carro com a Rentcars.


Mais posts sobre Petrópolis
Você também pode ver a viagem pela ótica da Mari no Roteiros e dicas turisticas bate e volta Rio Petropolis.

Para contratar o Lucas Hipólito, do Lucas Tour RJ - +55 21 96406-1632

➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤
O blog é afiliado de alguns serviços que poderão ajudar na sua próxima viagem ✈.
Você não pagará nada a mais por isso e nós seremos comissionados pela indicação.

São eles:


🏩 Procure sua hospedagem através do Booking. Um serviço que compara preços de hotéis em qualquer lugar do mundo.
🚗 Reserve seu carro com a Rentcars. Um serviço que compara preços entre as principais locadoras do Brasil e do mundo.
🔐 Faça seu seguro com a Segurospromo. Um serviço que compara os preços entre as melhores seguradoras.
📱 E já saia do Brasil levando o seu chip com a Eeasysim4u. Oferece plano de dados em 140 países, com conexão de Internet ilimitada. Receba o chip na sua casa e já chegue ao destino conectado.
💰 Compre sua moeda estrangeira na DG Câmbio usando o cupom GARIMPANDO.
➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤➤







Eu não posso encontrar um sofá ou um banco vermelho que já corro para a foto. Dessa vez foi durante um passeio de um dia a Petrópolis, região serrana do Rio. Agradeço a @marianaviaja pelo convite. Mari, uma mineira que hoje mora no Espírito Santo, estava no Rio para o lançamento do seu primeiro livro, "Eu não quero chegar a lugar algum" (última foto). Aproveitamos sua passagem para turistar, e para isso utilizamos o serviço do @lucastourrj. Lucas é muito simpático e extremamente paciente, o que foi fundamental para acompanhar o trabalho de 3 blogueiras, que precisam registrar tudo com fotos e informações. Sim, eu falei 3. Faltou falar da Ju, do @blogalemdacurva, que eu não conhecia e já virou minha best paulista. Um dia incrível visitando Petrópolis, com toda sua beleza natural e arquitetônica, e além de tudo conta uma importante parte da história do Brasil. #oliviagarimpandoporai #blog #trip #ferias #sourbbv #brasil #travel #blogdeviagem #dicas #dicasdeviagem #travelblogger #viajoteam #petropolis #amoviajar #historiadobrasil #euestoupelomundo #viagem #turismo #viagemeturismo #amoviajar #serragaucha #mulheresmundoafora #viagensimperdiveis #turistando #viagenseturismo #tour #destinosimperdiveis
Uma publicação compartilhada por Blog com dicas de viagem (@oliviagarimpandoporai) em

Nenhum comentário